Enciclopédia trilingue ajuda crianças ucranianas em Itália

A primeira enciclopédia trilingue de sempre está a ajudar as crianças ucranianas a integrar-se plenamente no sistema escolar italiano. É um trabalho de 8 volumes e cada entrada é apresentada em italiano, inglês e ucraniano. Destina-se a crianças da escola primária e tem como principal objetivo ajudar os alunos ucranianos a sentir-se plenamente aceites na sala de aula.

Asia Graziano, gestora de projeto na Scripta Maneant Editions, responsável pela enciclopédia, diz: "A ideia nasceu de uma necessidade concreta. Perguntámo-nos como, à nossa maneira e à nossa escala, poderíamos dar o nosso contributo para a escola, educação e integração cultural dos recém-chegados, das crianças ucranianas que vieram para Itália e para a Europa".

A ideia nasceu de uma necessidade concreta.

São centenas de tópicos transmitidos a crianças de origem diferente, não só através de livros mas também de conteúdos interativos, audiolivros, smartphones e tablets.

"Por exemplo, partimos do sistema solar, analisámos o que é o sol e isto está escrito em italiano, inglês e ucraniano. Falámos sobre isto e depois utilizámos o livro para estudar os eclipses", conta Olimpio Tullio, professor de italiano.

É em lugares como este que o conceito de integração se transforma em algo real e concreto. Nesta escola primária em Bolonha, as crianças ucranianas têm a oportunidade de continuar a usar a sua língua para estudar e aprender, graças a uma ideia simples, mas genial.

Filomena Massaro, professora principal do Instituto Compreensivo 12 de Bolonha, explica: "A ideia de escola em que pensamos é a de uma comunidade, de uma comunidade de ensino e de uma comunidade de práticas. Na nossa vida quotidiana, não há diferenças e não se podem ver diferenças".

O projeto está atento às necessidades de todas as crianças na sala de aula. Nenhuma deve ser deixada para trás.

"Tivemos em consideração todas as necessidades potenciais dentro de uma sala de aula. Ficámos preocupados com as crianças que possam sofrer de distúrbios de aprendizagem. Por isso, imprimimo-la com uma fonte específica, altamente legível", diz Laura Lopardo, gestora de projeto na Scripta Maneant Editions

Em toda a Itália, dezenas de escolas e cerca de 500 bibliotecas públicas adotaram a enciclopédia trilingue. A integração e a inclusão passam por ferramentas como esta.