Encontrados nove corpos de avião acidentado no extremo-oriente russo

·1 minuto de leitura
Local da queda do avião, perto de Palana, no Extremo-Oriente russo, em 7 de julho de 2021

Equipes de resgate russas encontraram os corpos de nove passageiros do avião que caiu, na véspera (6), na península de Kamchatka, no extremo-oriente do país - anunciaram autoridades regionais.

"Um grupo de 51 socorristas continua trabalhando no local", disse o Ministério de Situações de Emergência em um comunicado, acrescentando que um corpo pôde ser identificado.

Com 22 passageiros e seis tripulantes a bordo, o avião comercial de uma pequena empresa local desapareceu dos radares na terça-feira quando se preparava para pousar na cidade costeira de Palana.

Após várias horas de busca em condições difíceis, devido ao clima e à geografia do lugar, os socorristas, a pé e de helicóptero, finalmente localizaram o local do acidente.

O governador de Kamchatka, um território gigantesco muito pouco povoado mas apreciado pelos turistas por seus vulcões e pela natureza selvagem, disse que a fuselagem do avião foi encontrada ao longo da costa e no mar de Okhotsk.

Imagens do local do acidente mostraram uma longa mancha preta no topo de um penhasco de várias centenas de metros voltado para o mar.

O avião, um Antonov An-26 de design soviético, voava da capital da região, Petropavlovsk-Kamchatsky, para Palana quando o contato foi perdido.

Os investigadores disseram que estudam hipóteses de um acidente causado por mau tempo, problema técnico, ou erro do piloto.

Projetado para ser a aeronave de transporte das forças militares soviéticas e de seus aliados, o An-26 foi fabricado de 1969 a 1986 e também foi desenvolvido para uso civil. Sofreu vários acidentes fatais. O último deles aconteceu no Cazaquistão, em março passado, resultando na morte de quatro soldados.

rco/tbm/mar/bl/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos