Endividamento familiar bate novo recorde; taxa é de 79%

Endividamento e inadimplência cresceram no último ano no Brasil
Endividamento e inadimplência cresceram no último ano no Brasil
  • Taxa de inadimplência também cresceu no país, atingindo quase 30% das famílias;

  • Pesquisa foi realizada pena Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo;

  • Alta inflação e juros vem dificultando o consumo das famílias brasileiras.

Uma nova pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) apontou uma elevação na taxa de endividamento familiar no país, atingindo um total de 79% das famílias. Ano passado esse número era de 72,9%.

O número de inadimplentes, isto é, aqueles que têm dívidas e contas não pagas, também aumentou. Hoje o percentual é de 29,6%, enquanto em 2021 o número era 25,6%. Esses números são as piores taxas registradas desde o início das pesquisas, em 2010.

Nem sempre o endividamento do consumidor representa algo ruim para a economia. Há diversos bens que muitas vezes são comprados a prazo, como carros e eletrodomésticos, mas esta não é a situação brasileira, que viu a média dos créditos caírem de 7,3 meses para 6,8 meses.

Para Ízis Janote Ferreira, economista da CNC, a pesquisa revelou que o aumento do endividamento foi uma das maneiras encontradas pelas famílias para tentar sobreviver em meio à alta inflação e à alta taxa de juros.

"Não é crédito pessoal ou para comprar bem. É crédito de curto prazo, no cartão e no carnê de loja, para suportar o consumo de itens mais básicos, não duráveis, do orçamento do dia a dia. Não é para trocar de carro nem para comprar eletrodoméstico", afirmou.

O cartão de crédito segue como principal forma de endividamento do consumidor. Cerca de 85,3% das dívidas registradas foram feitas através dele, mas essa porcentagem vem caindo em detrimento do carnê. Para Gilberto Braga, professor de finanças do Ibmec, isto se deve às estratégias das lojas, que também querem fugir do serviço de financeiras e oferecem crédito e parcelamento diretamente aos seus clientes.