Enem 2021: 29 servidores do Inep pedem demissão por 'falta de comando técnico'

·2 min de leitura
BRAZIL - 2020/10/18: In this photo illustration the Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) logo seen displayed on a smartphone. (Photo Illustration by Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images.
  • Semana passada dois coordenadores deixaram seus cargos

  • Funcionários denunciam 'clima de insegurança e medo'

  • Servidores levantam suspeitas sobre a elaboração da prova, que acontece em duas semanas

Faltando menos de duas semanas para a realização do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), 29 funcionários do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) pediram exoneração nesta segunda-feira (8). Inicialmente, 13 pessoas haviam pedido para sair do cargo, mas logo mais se juntaram ao grupo. 

Destes, 27 trabalham em áreas diretamente ligadas ao Enem e 22 são coordenadores.

A prova, que é de responsabilidade do Inep, será realizada nos dias 21 e 28 de novembro.

Na última sexta-feira (5), dois coordenadores ligados ao exame também pediram exoneração. Eduardo Carvalho e Hélio Junio Rocha Morais, que ocupavam os cargos de coordenador-geral de exames para certificação e coordenador-geral de logística da aplicação, respectivamente.

Em setembro, o então diretor de tecnologia responsável pela versão digital do exame, Daniel Miranda Pontes Rogério, também deixou o cargo alegando “motivos pessoais”.

Os funcionários que participaram da demissão em massa são:

  1. Adelino Nunes de Lima

  2. Alani Coelho de Souza Miguel, coordenadora substituta

  3. Andréia Santos Gonçalves, coordenadora-geral;

  4. Camilla Leite Carnevale Freire, servidor público federal

  5. Claudia Maria Ribeiro Gonçalves Barbosa Marques, servidora pública federal;

  6. Clediston Rodrigues Freire;

  7. Danusa Fernandes Rufino Gomes, coordenadora-substituta;

  8. Denys Cristiano de Oliveira Machado, coordenador

  9. Douglas Estevão Morais de Souza, coordenador substituto

  10. Edivan Moreira Aredes, coordenador-substituto;

  11. Elysio Soares Santos Junior;

  12. Francisco Edilson de Carvalho Silva, coordenador-geral;

  13. Gizane Pereira da Silva, coordenadora substituta

  14. Helciclever Barros da Silva Sales, coordenador;

  15. Hélida Maria Alves Campos Feitosa, servidor público federal;

  16. Helio Pereira Feitosa, coordenador;

  17. Karla Christina Ferreira Costa;

  18. Leonardo Ferreira da Silva, Coordenador substituto;

  19. Marcela Guimarães Côrtes, coordenador-geral;

  20. Natalia Fernandes Camargo, coordenadora-geral substituta;

  21. Nathalia Bueno Póvoa, coordenadora-geral substituta;

  22. Patricia da Silva Onório Pereira, coordenadora;

  23. Rita Laís Carvalho Sena Santos, coordenadora;

  24. Rosária Duarte Melo, servidor público federal;

  25. Samuel Silva Souza, servidor público federal;

  26. Saulo Teixeira dos Santos, servidor público federal;

  27. Silvana Maria Lacerda Gonçalves, servidora pública federal;

  28. Vanderlei dos Reis Silva, coordenador;

  29. Victor Rezende Teles, substituto.

O pedido de dispensa encaminhado à diretoria do órgão e assinado pelos servidores traz as denúncias feitas em assembleia realizada na última quinta-feira (4). Entre eles está a "falta de comando técnico", que representa riscos para a aplicação do Enem 2021. A presidência do Inep é comandada por Danilo Dupas.

Servidores realizaram um ato em frente ao prédio do Inep, em Brasília. Na ocasião, funcionários denunciaram que a gestão estaria promovendo um “clima de insegurança e medo”.

Segundo relatos de servidores, as provas do Enem estão sendo elaboradas sem a participação das Equipes de Incidentes e Resposta (ETIR), por decisão "arbitrária e unilateral" de pessoas em cargos de chefia, ligadas à presidência do instituto.

A Associação dos Servidores (Assinep) afirmou que irá encaminhar um relatório com as denúncias para parlamentares federais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos