Enem 2021: 'Não pensei no que poderia ter acontecido', diz candidato que passou rastejando por portão

·1 min de leitura

RIO - Protagonista do vídeo que viralizou após os portões do Exame Nacional do Ensino Médio se fecharem às 13h do último domingo, Breno Oliveira Nunes, de 17 anos, morador de Cuiabá, diz ter sentido um pouco de vergonha pela repercussão da gravação em que aparece correndo e se arrastando pelo chão para passar a tempo do fechamento do portão da Universidade de Cuiabá (Unic).

— Na hora que eu entrei fiquei aliviado. Escutei as pessoas comemorando do lado de fora, mas eu não sabia que tinha gente gravando — diz Breno.

O vídeo repercutiu nas redes sociais e ganhou versões diferentes em que a corrida do candidato é acompanhada ora da trilha sonora de Missão Impossível, ora da música tema de Indiana Jones. Segundo Breno, sua casa fica perto do local de prova, um trajeto que demora em média 10 minutos. O atraso teria sido por conta da primeira comunhão da sua irmã mais nova, que demorou mais que o esperado.

— Na hora que eu cheguei e vi o portão se fechando só pensava que não podia perder aquela prova. Não pensei o que poderia ter acontecido comigo, como ficar com a perna presa ali — lembra Breno, que diz ter começado sua corrida assim que pôs os pés fora do carro da família. — Só escutava meu pai gritando atrás de mim, me mandando correr.

Breno Nunes, que faz um curso técnico de manutenção de computadores e celulares, diz não estar ainda decidido de que faculdade pretende cursar. Ele conta estar dividido entre Educação Física, Ciência da Computação, Engenharia e Administração. Mas diz ter achado o exame fácil.

— Achei a prova tranquila. A redação foi um pouco mais difícil, mas consegui escrever bastante.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos