Enem 2022: está com Covid-19 e vai perder a prova? Para solicitar reaplicação do exame, estudante precisa de atestado

Participantes do Exame Nacional do Ensino Médio acometidos por doenças infectocontagiosas, como a Covid-19, poderã solicitar poderão solicitar a reaplicação do exame, que será aplicado em mais de 1,7 mil municípios hoje e no próximo domingo. Um aumento de casos da doença tem sido detectado em todo o país.

De acordo com o edital do Enem, o pedido de reaplicação deve ser feito em até cinco dias úteis após o último dia de aplicação, ou seja, até o dia 25 de novembro. O aluno deve fazer a solicitação através da Página do Participante.

Cada demanda será analisada individualmente pelo Inep. A reaplicação do Enem será nos dias 10 e 11 de janeiro de 2023.

No caso de doenças infectocontagiosas, o participante deve anexar um documento legível que comprove a condição que motiva a solicitação da reaplicação. Para ser considerado válido para análise, o documento deve conter os seguintes dados:

Além da covid serão aceitas justificativas de candidatos com tuberculose, coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenzae, doença meningocócica e outras meningites, varíola, influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, varicela.

O portal do Inep especifica que o uso da máscara de proteção facial é obrigatório nos locais de prova, exceto nos estados e municípios onde esse uso esteja liberado, por decreto ou ato administrativo, em locais fechados.

Os alunos que enfrentarem problemas logísticos poderão solicitar reaplicação da prova nas seguintes situações: