Enem: 35 filmes, séries e documentários para você assistir antes das provas

·11 min de leitura

Nem só de aulas, livros e apostilas saem os conhecimentos necessários para fazer Enem 2021. Filmes, séries e documentários também podem ajudar a se preparar para o exame, principal via de acesso às universidades públicas brasileiras.

Muitas obras audiovisuais retratam momentos marcantes da história do Brasil e do Mundo, além de contar sobre a vida de personagens importantes que fizeram a diferença em sua época. As produções também podem servir como repertório sociocultural na hora de escrever a redação do Enem, competência muito relevante para quem busca tirar os 1000 pontos, a nota máxima.

Fizemos uma lista com 35 filmes, séries ou documentários que vão ajudar a fixar ou relembrar conteúdos importantes para o Enem. Aproveite o feriado prolongado para maratonar.

Participaram a elaboração deste material: Aldene Rocha, professor de artes do Colégio e Curso AZ; Fábio Ribeiro de Sousa, historiador e professor do Colégio e Curso ZeroHum; Wellington Malta, professor de Português e Redação do Colégio e Curso ZeroHum; Claudio Falcão, diretor do Sistema de Ensino pH e formado em Geografia; Rafael Duarte, professor de História do Mopi; Marcos Alvarenga, professor de Biologia da Rede Daltro Educacional; e Luiz Américo, professor de Química da Rede Daltro Educacional.

É um documentário que mostra como as redes sociais funcionam. Nele, executivos e ex-funcionários de gigantes da tecnologia como Google, Facebook e Twitter faram sobre os perigos associados às redes sociais. Com o isolamento social provocado pela Covid-19, ficamos ainda mais dependentes das redes sociais. Disponível na Netflix.

O filme retrata um caso que aconteceu em 2008, em São Paulo, quando os grafiteiros conhecidos como Os Gêmeos foram contratados para produzir um grande mural. A obra rediscute a ideia de cidade como espaço social, pois nessa mesma época o prefeito estava pintando toda a cidade de cinza, eliminando toda a história do grafite e da arte dos muros de São Paulo. A produção mostra que o "street art" pode levar arte para quelas pessoas que não têm a possibilidade de ir até o museu, um teatro ou uma ópera. Disponível no Youtube.

Retrata a ação de grupos de guerrilha em luta contra a ditadura militar brasileira. Inspirado na obra de Fernando Gabeira, o filme relata o famoso sequestro do embaixador norte-americano, Charles Elbrick, em 1969. Disponível no Youtube.

Essa obra tem como pano de fundo o Chile da década de 1970, no contexto do golpe militar empreendido por Augusto Pinochet. As disparidades sociais são abordadas de forma sutil, tendo crianças como protagonistas: Gonzalo Infante, de família abastada e Pedro Machuca, morador de um povoado pobre. É possível debater questões como a desigualdade social, a polarização política chilena e o rompimento democrático que balançou o país em 1973. Disponível na Netflix.

Durante o início da Segunda Guerra Mundial o cerco alemão nas praias de Dunkirk mobiliza milhares de pessoas, britânicos e franceses precisam evacuar a região. O fato, ocorrido em 1940, nos ajuda a analisar os impactos que os conflitos bélicos são capazes de gerar em cidadãos comuns, remetendo ao verdadeiro sentido de “guerra mundial”, tema conceitual importante nos vestibulares. Disponível na HBO Max e Globoplay.

Retrata a queda do Muro de Berlim, em 1989 e as mudanças empreendidas na Alemanha a partir deste fato. Um drama para uma comunista fervorosa, Christiane, que após ficar em coma não sabe o que aconteceu no país. O filho, Alexander, cria um cenário de normalidade pra evitar que um novo problema de saúde aconteça com sua mãe. Mostra aspectos da imersão capitalista no bloco socialista. Disponível no HBO Max, NOW e Oi Play.

Aponta para os últimos dias do presidente Getúlio Vargas, mostrando a crise estrutural e as fortes críticas de oposicionistas que o presidente vinha recebendo. Tem o Atentado da Rua Tonelero como um pilar fundamental desta ótica. A produção ajuda o aluno a entender como se deu o contexto histórico do suicídio de Vargas. Disponível na Netflix.

A ação de Alan Turing e de sua equipe tornam-se fundamentais para o sucesso dos Aliados na Segunda Guerra Mundial. O código Enigma é decifrado, o que garante primazia nas ações britânicas. O filme também consegue trabalhar questões morais e sociais, como o preconceito sofrido por Turing, homossexual. Disponível na Amazon Prime Vídeo.

Uma mensagem precisa atravessar campos de batalhas, durante a Primeira Guerra Mundial. Dois soldados britânicos são escolhidos para cumprir essa ação, que tem o tempo como um inimigo. O filme 1917 consegue retratar a guerra de trincheiras, momento fundamental da Primeira Guerra Mundial, uma ótica inovadora, tendo em vista que o conflito é pouco abordado em produções cinematográficas. Disponível no Telecine Play, Apple iTunes e Google Play Movies.

Agentes do FBI precisam investigar o desaparecimento de ativistas dos direitos civis, ocorrido em no estado do Mississipi, nos EUA. A obra retrata com bastante clareza a luta de diversos grupos contra o racismo estrutural na sociedade norte-americana e a ação de grupos de supremacia branca. Disponível na Amazon Prime Vídeo.

Ruanda, na África, sofre com uma das guerras civis entre hutus e tutsis, uma das mais violentas do mundo. Um gerente de hotel ajuda a refugiar pessoas e a buscar uma saída humanitária pra crise. O filme debate a ação imperialista europeia, que após deixaram o continente africano não se preocuparam em mediar conflitos ou estabelecer critérios para levar assistência aos povos. Disponível na Amazon Prime Vídeo.

O documentário faz um grande retrospecto do século XX, analisando esse período no plano econômico, cultural e político. Ele traz um panorama das evoluções tecnológicas e das transformações sociais. Mostra tudo o que mudou da virada do século XIX e fala do “breve século XX”, uma referência ao historiador famoso Eric Hobsbawm. Disponível no Youtube.

É um documentário que fala sobre o cenário da indústria americana. Ele aborda questões relativas à desindustrialização, mas fala muito da presença chinesa dentro da economia norte-americana e da própria relação de trabalho entre trabalhadores chineses e trabalhadores americanos. O filme ajuda a entender como se dão as aproximações e conflitos entre essas duas formas de capitalismo e como ocorrem as respectivas relações de trabalho. Disponível na Netflix.

O documentário aborda a questão do negro dentro da sociedade brasileira, resgatando desde a escravidão, o histórico do trabalho em São Paulo e a questão imigratória. Ele até aborda outros temas ligados à Geografia como gentrificação, fala sobre periferia e se aprofunda na questão da cultura do Hip Hop. A obra também traz um pouco da discussão sobre a era digital e a possibilidade de artistas independentes conseguirem um espaço a partir das plataformas de streaming. Disponível na na Netflix.

O filme retrata uma grande prisão e faz alusão à desigualdade de classes, à questão da falta de empatia com o outro. É uma alegoria muito simples e direta dos problemas do capitalismo e da democracia. Pode ser usado pelo aluno no momento da redação para falar sobre meritocracia.

É um filme que se passa no final dos anos 1960 e pega a década de 1970, período que ocorreram vários momentos históricos, como o assassinato de Martin Luther King Jr., a Guerra do Vietnã e a intensificação da luta pelos direitos civis. Mostra a questão da organização dos movimentos sociais, a participação de jovens nesse processo, dá para fazer uma relação com Black Lives Matter e temas como racismo e violência policial. Disponível na Netflix.

É um documentário que traz a questão da pecuária no Brasil e o seu avanço sobre as áreas verdes. Ele conta como isso ocorreu ao longo do tempo, fazendo com que essa atividade se tornasse a bandeira econômica do país e até mesmo cultural na Amazônia. Nesse contexto, o filme discute também o papel dos grandes frigoríficos e das grandes fazendas no processo de desmatamento. É uma produção que se destaca por garantir um repertório diferenciado ao estudante, que pode ser relacionado à importância do desenvolvimento sustentável. Disponível na Amazon Prime Vídeo.

O filme retrata o esforço das forças de segurança norte-americanas — e as violações aos direitos humanos por elas cometidas — na captura do terrorista Osama Bin Laden.

O filme é sobre um dos principais industriais e barões do café da época do segundo reinado, Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá. Na obra é possível entender a dinâmica da economia do período, bem como compreender por quais motivos o Brasil optou por uma via mais ligada à agricultura para o seu desenvolvimento econômico.

O filme, baseado em uma história real, retrata a relação de Oskar Schindler, empresário alemão, com o governo nazista e a respectiva exploração da mão-de-obra dos judeus trazidos dos campos de concentração para trabalhar nas fábricas alemãs durante a segunda guerra. Disponível no Telecine Play.

O filme, baseado em um livro, conta a história de uma menina órfã adotada por um casal alemão e se vê obrigada a acolher um judeu, filho de um amigo do pai adotivo, em seu porão. Com a obra dá para compreender o antissemitismo na Alemanha. Disponível no Telecine Play.

O filme retrata a história do clássico herói da Marvel que é convertido em um super soldado americano. A película aborda o contexto da Segunda Guerra Mundial e a Guerra Fria, mostrando a rivalidade entre soviéticos e norte-americanos. Disponível na Disney Plus.

O filme fala sobre uma ilha na qual há clones que servem para fornecer "partes sobressalentes" para seus humanos originais. Nesta obra dá para discutir sobre técnica de clonagem reprodutiva e DNA recombinante. Ainda dá para entender sobre célula tronco e terapia gênica. Disponível no Youtube.

O documentário analisa a qualidade da alimentação infantil e os efeitos da publicidade de alimentos. Nele é abordado os variados tipos de nutrientes, suas funções e os seus benefícios para o organismo. Disponível no Youtube.

No documentário, o diretor passa um mês se alimentando de lanches da rede de fast food McDonald's e mostra os efeitos negativos de uma alimentação baseada neste tipo de comida.

É uma série brasileira que mostra a perspectiva do médico dentro de um hospital público. Vale destacar que em uma das temporadas houve um recorte mostrando a questão da Covid-19, no início da pandemia, como os profissionais estavam lidando com isso, além de trazer inúmeras questões sociais encontradas na vida real. Com ótimas atuações, a série consegue retratar a realidade do Sistema Único de Saúde, com o dia a dia e as dificuldades do médico e da relação com os pacientes. Nos faz pensar no momento que estamos vivendo agora, com o convívio com a doença e as novas regras sociais que surgiram. Disponível no Globoplay.

Jovens negros e de origem hispânica são acusados injustamente pelo estupro de uma mulher, no Central Park. A série debate questões raciais que norteiam a sociedade norte-americana – e a nossa – até os dias de hoje. Disponível na Netflix.

A série documental não aborda de forma aprofundada as ditaduras e os regimes fascistas tão presentes ao longo do século XX, mas tem uma narrativa diferente, mais contemporânea, trazendo elementos de humor. Essa produção fala de todas as etapas e o que há de comum no processo de construção regimes ditatoriais, como o do Hitler, Saddam Hussein, Muammar Al-Gaddafi, e o que eles têm em comum. É um tema relevante para entender como esses regimes ditatoriais se construíram e verificar em outros regimes o quanto cenários semelhantes se reproduzem no mundo atual. Disponível na Netflix.

Série que retrata os impactos do racismo estrutural na vida da jovem Sam em uma universidade de elite dia EUA. Com a obra é possível entender as discussões raciais na sociedade norte-americana. Disponível na Netflix.

A série é baseada na história de Sophia Amoruso, uma jovem que começou a vida vendendo roupas antigas no eBay e hoje tem uma marca multimilionária baseada em Los Angeles. A obra fala sobre empreendedorismo e pode fazer uma ligação com tempos de escassez e a necessidade de empreender para sobreviver. Disponível na Netflix.

A séria mostra os conflitos, dúvidas e dramas de alunos do ensino médio. Ela mostra o cotidiano da escola e as questões que envolvem o despertar sexual de adolescentes e jovens. A obra retrata também situações de bullying e assédio. Disponível na Netflix.

A série retrata a história da personagem Alex, que sofre violência doméstica e passa a trabalhar como faxineira para sustentar a filha. A obra aborda também a necessidade de apoio familiar e de amigos para sair de relacionamentos abusivos. Disponível na Netflix.

A série mostra a história da explosão na usina nuclear da Ucrânia, que matou várias pessoas e provocou problemas até nas gerações futuras. Os autores buscam explicar as causas do acidente. Disponível na HBO Max.

A série conta a história de várias pessoas endividadas que são convidadas para participar de um jogo com prêmio milionário. Mostra a questão da desigualdade social e a luta por sobrevivência. Disponível na Netflix.

Série de documentário que retrata os momentos chave da história brasileira, passando pela questão indígena, pelo quilombo dos Palmares, pela Guerra do Paraguai e chegando até a Revolução de 1930. Disponível na Netflix.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos