Enem: candidatos com comorbidades têm até hoje para pedir sala mais vazia

Bruno Alfano
·2 minuto de leitura
Marcelo Theobald / Agência O Globo

RIO — Candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 com maior risco de desenvolver a forma grave da Covid-19 têm até esta quinta-feira (7) para pedir alocação em salas mais vazias. Para fazer a solicitação, é preciso ligar para a central de atendimento (0800 616161) até as 20h.

Nesse grupo, estão pessoas com comorbidades, como obesos e doentes crônicos, por exemplo. Fazendo o pedido, eles ficarão em salas com número reduzido de alunos, de até 12 estudantes, ocupando menos da metade da sala. Gestantes e lactantes também têm esse direito.

Idosos, que também são do grupo de risco, não precisam fazer a solicitação. Pela data de nascimento informada na inscrição, o Inep já agrupará esses candidatos com mais de 60 anos em salas separadas.

O exame será realizado nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021, na versão impressa, e em 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021, na versão digital. Ao todo, mais de 5,7 milhões de inscrições foram confirmadas nesta edição, segundo o Inep.

Medidas de prevenção à Covid-19

O Enem terá novas medidas este ano com o objetivo de reduzir os riscos de contaminação pela Covid-19. Uma delas é o número de participantes por sala de aplicação: a ocupação será de aproximadamente 50% da capacidade original, menor do que em anos anteriores. Por isso, a quantidade de locais de prova será aumentada para comportar todos os inscritos, segundo o Ministério da Educação.

O Inep também informou que solicitará às equipes de segurança e às prefeituras que auxiliem nos procedimentos de acesso aos locais de prova, para evitar aglomerações. Os participantes podem levar álcool em gel individual e máscaras para trocar durante o exame.

Candidatos que estiverem diagnosticados com a Covid-19 ou com outras doenças infectocontagiosas no dia do Enem poderão realizar a prova posteriormente, nos dias 23 e 24 de fevereiro.

Para isso, é necessário acessar a Página do Participante e enviar uma cópia do laudo médico que comprova a doença até a data anterior da prova. Caso a confirmação da doença ocorra no dia do exame, o candidato também precisará ligar para o número 0800-616-161 e relatar a sua condição.