Enem: estudante chega no horário, sai para fumar e perde a prova por atraso

Estudante chegou ao local de prova do Enem no horário, saiu para fumar e perdeu a prova por atraso de um minuto. Foto: Reprodução / Isayane Sampaio / g1)
Estudante chegou ao local de prova do Enem no horário, saiu para fumar e perdeu a prova por atraso de um minuto. Foto: Reprodução / Isayane Sampaio / g1)
  • Estudante do Enem perdeu a chance de entrar no local de prova por um minuto de atraso;

  • Candidata chegou ao local de prova às 12h50, saiu para fumar e quando voltou não conseguiu entrar;

  • Os portões para acesso aos locais de provas são fechados às 13h

A estudante e candidata do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) Sarah Vivian Gomes, de 20 anos, perdeu a chance de entrar no local de prova por um minuto de atraso.

Ela chegou às 12h50, faltando 10 minutos de fechar os portões. Contudo, saiu para fumar e, quando tentou entrar novamente, às 13h, deu de cara com a entrada fechada

"Eu cheguei faltando 10 minutos, queria entrar no último minuto, inclusive. Trouxe tudo direitinho, documentos, canetas, e aí fui fumar um cigarro aqui fora. Quando faltava um minuto, fui entrar, porque o portão é bem aqui [ao lado de onde ela fumava]. Ia só entrar e o cara não deixou entrar", disse a estudante, que se emocionou e chorou ao se lembrar de sua preparação e estudo.

Em todo o Brasil, os portões de entrada dos locais onde são realizadas as provas fecham às 13h, no horário de Brasília.

"Estudei o ano todo, me preparei tanto, estudei, faltava um minuto no meu celular e ele não me deixou entrar. É um pouco frustrante, mas estou de boa, faz parte, né?", concluiu a estudante.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começou neste domingo (13), com a aplicação de provas de linguagens e ciências humanas e redação, cujo tema foi "Desafios para a valorização de comunidades e povos tradicionais no Brasil".

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira (Inep), esta edição do Enem tem cerca de 3,4 milhões de pessoas inscritas, o segundo menor número em 17 anos.

*Com informações do g1.