Enem tem questões sobre Covid no segundo dia de provas

SÃO PAULO, SP, E BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O segundo dia de provas do Enem trouxe questões sobre a Covid-19. Neste domingo (20), os candidatos responderam a 90 perguntas das áreas de ciências da natureza e matemática.

Professores de cursinho que fizeram a prova disseram que duas questões abordaram temas relacionados à Covid. Uma delas falava sobre como é o procedimento do PCR, exame utilizado para identificar a presença do vírus.

Outra questão tratava do uso de ozônio como desinfetante para ambientes contra a Covid.

Apesar dessas duas questões tratarem sobre uma situação recente vivida pelo país, os professores destacaram que a maioria das perguntas trouxe textos de apoio mais antigos, algumas com dados até mesmo de 2012.

"Os textos em sua maioria bastante antigos. Tinham poucos textos adaptados de 2020 pra cá, em sua maioria eram perguntas com textos que já têm mais de uma década de publicação. Daí o viés mais técnico visto na prova", disse o professor Vinicius Haidar, do SAS Plataforma de Educação.

O professor Giba Alvarez, do Cursinho da Poli, disse que os estudantes encontraram uma prova trabalhosa, de média complexidade, com uma elaboração eficiente para avaliar o ensino médio e selecionar para o ensino superior. Alvarez também ressalta a presença da pandemia na prova.

"Este Enem que termina agora mostra que o Inep [órgão responsável pelo exame] de fato olha para o futuro e não esqueceu de temas que inclusive incomodam o bolsonarismo. A pandemia caiu de uma maneira muito inteligente", disse ele.

A Covid-19 foi abordada em questões de biologia e também de matemática, com a pandemia no contexto dos itens.

"Não é uma prova solta no tempo e no espaço, com conteúdos atuais e atrelados à Base Nacional Comum Curricular."