Enfermeira é morta por adolescente em Campo Erê, Santa Catarina

CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - Uma adolescente de 16 anos foi aprendida em flagrante depois de desferir um golpe de faca no peito da enfermeira Gabrieli Batistella, 28, que morreu no local. O crime aconteceu na tarde da última quarta-feira (18), em Campo Erê, interior de Santa Catarina, a 630 quilômetros de Florianópolis.

De acordo com a Polícia Civil, a adolescente discutiu com a vítima pouco antes do crime.

Ela morava em frente à casa da avó de Grabieli, onde a família e a mãe da adolescente menor estavam reunidas desde a manhã de quarta.

O problema teria começado quando a irmã da adolescente foi chamar a mãe de volta para casa, já no período da tarde, por volta das 16h30.

Foi então que a jovem de 16 anos pegou uma faca e também foi até a casa da vizinha. Lá, passou a discutir com Gabrieli, segundo a polícia.

De acordo com a corporação, ela matou por motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima. "Por se tratar de flagrante de ato infracional cometido mediante violência à pessoa, a adolescente não foi liberada."

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina afirmou que a jovem foi encaminhada ao Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Chapecó por determinação judicial.

A decisão é do juiz plantonista Caio Lemgruber Taborda, que atendeu a representação do Ministério Público para decretar a internação provisória da jovem por 45 dias.