Enfermeiros protestam contra Barroso, do STF, no Rio

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Um grupo protesta no ato do 7 de Setembro no Rio em defesa do piso salarial da enfermagem. O alvo das críticas é o ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal).

Barroso suspendeu a lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) que cria o piso. "Enfermagem na rua, Barroso, a culpa é sua!", gritam os manifestantes, que usam jalecos brancos e narizes de palhaço.

As críticas ao ministro do STF receberam aplausos de pessoas que vestem camisetas com as cores do Brasil e peças com o rosto de Bolsonaro. O STF vem sendo alvo constante de ataques do presidente.

Enfermeiros alegam que Barroso desrespeitou a decisão de Bolsonaro e lembram que atuaram na linha de frente de combate à pandemia. Bolsonaro em diferentes ocasiões minimizou o impacto da Covid-19.