Enfrentando inflação recorde, Biden mira Exxon e outras petroleiras

Por Trevor Hunnicutt e Jarrett Renshaw

LOS ANGELES (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, acusou nesta sexta-feira a indústria de petróleo dos Estados Unidos, e a ExxonMobil em particular, de capitalizar a escassez de oferta para engordar os lucros.

A inflação ao consumidor nos EUA acelerou em maio, quando os preços da gasolina atingiram um recorde e o custo dos alimentos disparou, levando ao maior aumento anual em quatro décadas.

Biden, que assumiu o cargo prometendo reduzir a dependência dos EUA de combustíveis fósseis, disse na sexta-feira que espera uma aceleração da produção de petróleo, que deve atingir recordes nos Estados Unidos no ano que vem.

Mas ele também fez um alerta para a indústria, cujos lucros cresceram à medida que os preços aumentaram, em um sinal de que os consumidores estão pagando mais do que apenas custos mais altos de mão de obra e frete.

"A Exxon ganhou mais dinheiro do que Deus este ano", disse Biden em um discurso para estivadores e representantes sindicais no Porto de Los Angeles.

As companhias de petróleo dos EUA não estão usando os lucros para perfurar mais, mas para recomprar ações, acrescentou.

"Por que eles não estão perfurando? Porque eles ganham mais dinheiro não produzindo mais petróleo", disse ele. "Exxon, comece a investir e comece a pagar seus impostos."

Em um comunicado na sexta-feira sobre os dados de inflação de maio, Biden repreendeu as indústrias de petróleo, gás e refino dos EUA por usarem "o desafio criado pela guerra na Ucrânia como razão para piorar as coisas para famílias, através de lucros excessivos ou aumentos de preços".

A Exxon registrou seu maior lucro trimestral em sete anos quando divulgou os resultados do quarto trimestre em fevereiro. A Shell registrou lucros recordes no primeiro trimestre em maio, enquanto a Chevron Corp e a BP registraram seus melhores números em uma década.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos