Engajamento de Lula atinge 66% a mais que Bolsonaro com artistas declarando voto

O candidato a presidência Lula da Silva (PT), ganhou destaque nas redes sociais ao participar da conversa com William Bonner e Renata Vasconcellos no "Jornal Nacional", dessa quinta-feira (26). Apoiado por boa parte da classe artística, muitos famosos se manifestaram a favor dele na próxima presidência, ajudando a aumentar a curva de engajamento sobre o assunto nas redes sociais.

De acordo Felipe Nunes, pesquisador do instituto Quaest, cerca de 15 milhões de pessoas foram impactadas com postagens referentes à entrevista de Lula.

Esse número representa 66% mais alto do que na entrevista com o atual presidente, Jair Bolsonaro (PL), que impactou cerca de 9 milhões de pessoas na última segunda-feira (22). Ciro (PDT), segue na lanterninha com 2 milhões de menções, durante a exibição de sua conversa na terça-feira (23).

"Os 3 momentos em que Lula foi melhor foram: (1) quando defendeu as medidas anti-corrupção no seu governo e a apuração dos erros de qualquer um, (2) quando defendeu a aliança com Alckmin e (3) quando defendeu que política não é lugar de ódio", disse Felipe.

A cantora Anitta, seguida por 18 milhões de pessoas só no Twitter, manifestou seu apoio ao ex-presidente. "Muito bom ver gente preparada falando. Gente que sabe o que tá fazendo. Dá um ar de segurança", apontou.

Emicida engrossou o couro a favor do ex-presidente nas redes sociais e apoiou a postura do candidato para seus quase dois milhões de seguidores. "Lula é o maior Líder político da história do Brasil".

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank pararam o carro para acompanhar a entrevista de Lula ao vivo. "Como é bom ouvir um PRESIDENTE falar, chega a dar um alivio, né?", escreveu a atriz e apresentadora.

Confira outras manifestações: