Engavetamento deixa seis mortos na via Dutra, no interior de SP

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A batida entre quatro carros, um caminhão e um ônibus de turismo matou seis pessoas e feriu outras oito, por volta das 9h40 desta terça-feira (14). O engarrafamento ocorreu no km 134,2 da Rodovia Presidente Dutra, no sentido São Paulo, na altura de São José dos Campos (87 km de SP).

Devido ao impacto entre os veículos na pista, um dos carros e o ônibus pegaram fogo.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, todos os mortos estavam em um Chevrolet Corsa, com placas de São José dos Campos. Já os feridos estavam no ônibus com placas de São Paulo.

O Corpo de Bombeiros afirmou que as seis vítimas morreram carbonizadas. A corporação ainda disse, em sua conta no Twitter, ter socorrido uma pessoa até o pronto-socorro da Fusam (Fundação de Saúde e Assistência do Município), em Caçapava, cidade vizinha.

Outras vítimas leves foram socorridas pela concessionária que administra a Dutra. No total, nove viaturas do Corpo de Bombeiros participaram do resgate.

Todas as vítimas, entre mortos e feridos, ainda de acordo com a PRF, seguiam da colônia penal de Tremembé (147 km de SP) em direção à capital paulista.

Por telefone, um funcionário do 5° Distrito Policial de São José dos Campos disse, por volta das 16h, que o Boletim de Ocorrência ainda estava sendo elaborado, e que não era possível confirmar se os mortos eram presos ou parentes de detentos. A demora na identificação dos corpos também ocorre por estarem carbonizados.

Por volta das 16h30 a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) confirmou que um dos feridos no acidente era um detendo do Centro de Progressão Penitenciária de Tremembé.

"O reeducando usufrui do benefício de saída temporária, concedido pela Justiça e já foi medicado e liberado", afirmou a secretaria, em nota.

A pasta também afirmou que "aguarda mais informações da polícia sobre demais vítimas a fim de identificar se há outros custodiados entre elas". O órgão, que administra o sistema carcerário estadual, ainda explicou que "na cidade de Tremembé, a previsão é que saiam 2.933 presos do regime semiaberto de hoje [terça], até o dia 20".

Devido ao acidente, a Polícia Rodoviária Federal afirmou que a rodovia chegou a ser interditada para os trabalhos de resgate e remoção dos veículos. Após interdições em ambos os sentidos, as pistas foram totalmente liberadas por volta das 13h.

Por volta das 13h30, o site da CCR Nova Dutra, concessionária que administra a rodovia, informava que havia lentidão no sentido São Paulo, na altura de Caçapava, devido reflexo do acidente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos