Engenheiro é libertado de cativeiro após duas horas de sequestro em SP

Homem algemado com as mãos no pescoço em fundo cinza. (Foto: Getty Creative)
Homem algemado com as mãos no pescoço em fundo cinza. (Foto: Getty Creative)

Um homem que estava preso em um cativeiro foi solto pela polícia na madrugada deste domingo (17) em São Paulo. Ele havia sido sequestrado duas horas antes na Av. Heitor Antônio Eiras Garcia.

De acordo com a polícia, equipes da PM realizavam um patrulhamento na região porque tinham informações de que ali poderia haver cativeiros. Em um determinado momento, os policiais se depararam com dois suspeitos na entrada de uma viela. Ao notarem a chegada da viatura policial, os suspeitos correram.

Os policiais perseguiram os homens e ao entrarem na viela encontraram uma casa com a porta aberta e com a luz apagada. Eles então adentraram a residência e encontraram a vítima, um engenheiro, que estava amarrado e encapuzado. Um dos acusados foi identificado como Wesley Pereira. Ele estava na casa e foi preso em flagrante. Para a polícia, o criminoso de 42 anos disse que recebeu dinheiro para não deixar a vítima escapar. Segundo a PM, Pereira já tem passagens pela polícia por roubos.

Miguel Junior estava no cativeiro por aproximadamente duas horas. No local, os criminosos roubaram cerca de R$ 1,2 mil através de transferências bancárias. O caso foi encaminhado ao 91º DP (Distrito Policial).

Aumento no número de sequestros

Dados da SSP do estado de São Paulo (Secretaria de Segurança Pública), revelam que em 2021 houve aumento no número de sequestros relâmpagos. O órgão afirma que a prática cresceu depois do surgimento do PIX aos bancos do estado. Entre janeiro a julho de 2021, houve um aumento de 39,1%, com 206 boletins de ocorrência dessa modalidade de crime.

A Polícia Civil aconselha que os usuários do PIX estabeleçam um limite em sua conta junto ao banco e que caso seja vítima desse crime, faça um boletim de ocorrência em qualquer delegacia, mesmo no meio eletrônico.

.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos