Enquanto diretoria faz reuniões por novo treinador, Bota enfrenta o Brusque em Santa Catarina

·2 minuto de leitura

Ainda sem um nome para treinar o time em definitivo, o Botafogo vai até Santa Catarina enfrentar o Brusque, às 19h, pela 12ª rodada da Série B. Para a partida, a diretoria optou por colocar Ricardo Resende, treinador do sub-20, como técnico interino. Mas enquanto o time estará buscando a primeira vitória fora de casa na Série B, o comitê de futebol do clube estará trabalhando no Rio para conseguir fechar com um novo treinador.

Reuniões estão marcadas. São três nomes sob a mesa alvinegra, entregues pela Footure, empresa de análise de mercado e scouting que auxilia o departamento de futebol.

Os dirigentes estão cautelosos. Ao contrário da última terça, quando a diretoria esperava anunciar um novo nome em dois dias, não há previsões. Mesmo assim, dentro dos bastidores, entende-se que o aspecto financeiro não é um problema, já que no caso Lisca, por exemplo, o Botafogo aceitou dar o que foi pedido, e mesmo assim não conseguiu fechar o negócio.

A única certeza no momento é que a equipe que será comandada por Resende precisa da vitória, pois, com apenas um triunfo nos últimos sete jogos, o Botafogo está se distanciando cada vez mais do pelotão de cima da tabela.

— Sou funcionário do clube, então meu objetivo é ajudar namelhor forma possível. Venho fazendo um trabalho no sub-20, mas já acompanhobem o profissional. Tem vários atletas da base que estão aqui no profissional. Vejo todos muito motivados, é um grupo qualificado,temos atletas com muito potencial. Penso que o objetivo principal do clube é oretorno pra série A, então todos vão estar mobilizados pra isso. A expectativaé que possamos já conseguir vencer contra o Brusque vencer, e seguir forte noobjetivo principal — falou Resende.

Para a partida, o alvinegro terá dois desfalques em relação ao jogo com o Cruzeiro. Na zaga, Gilvan, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, será substituido pelo jovem Lucas Mezenga, de apenas 19 anos, recém-chegado do Nova Iguaçu.

Já na lateral esquerda, Guilherme Santos foi liberado para resolver pendências pessoais. Com isso, Rafael Carioca ganhou a vaga.

A provável escalação é: Diego Loureiro; Daniel Borges, Kanu,Lucas Mezenga, Rafael Carioca; Barreto, Pedro Castro, Chay; Marco Antonio,Diego Gonçalves e Rafael Navarro.

No entanto, o jogo não será fácil para o Botafogo. O adversário, Brusque, também vem pressionado, com três derrotas seguidas. Além disso, os catarinenses contam com Edu, artilheiro da serie B com oito gols, no comando do ataque.

O Brusque deve ir a campo com: ZéCarlos; João Carlos, Ianson, Everton Alemão e Airton; Rodolfo Potiguar, Zé Mateus,Garcez; Bruno Alves, Thiago Alagoano e Edu.

Ou seja, com os dois goleadores da segunda divisão em campo — Chay está atrás de Edu com seis gols —, a previsão é de um jogo com gols em Santa Catarina.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos