Entenda a 'Black Friday' do futebol brasileiro

Abel Braga, Argel Fucks e Adilson Batista participaram da dança de cadeiras nesta 'Black Friday' (AGIF, Yahoo Esportes)

Faltam três rodadas para acabar o Campeonato Brasileiro e tem muita gente desesperada para fugir do rebaixamento para a Série B. E nas primeiras horas desta sexta (29), conhecida como ‘Black Friday’ por causa das promoções malucas, dá para falar que o futebol brasileiro viveu momentos de loucura. Três dos times que mais perigam cair fizeram basicamente um carrossel de técnicos.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Tudo começou na madrugada de quinta (28), quando após a derrota por 4 a 1 para o campeão Flamengo, o Ceará demitiu o técnico Adilson Batista e ficou estacionado nos 37 pontos, podendo voltar para a zona de rebaixamento caso o Cruzeiro, com 36, vencesse o CSA, com 29, no mesmo dia.

A noite chegou e debaixo de muita chuva, o CSA do técnico Argel Fucks bateu o Cruzeiro de Abel Braga por 1 a 0 no Mineirão. O resultado deu um fio de esperança para os alagoanos, que chegaram a 32 pontos, e complicou bastante a situação dos mineiros, ficando com 36 pontos e três vitórias a menos que o Ceará, primeiro time fora da zona.

Só que ninguém esperava o que aconteceria após a apito final no Mineirão. Pouco depois da vitória do CSA, a imprensa cearense anunciou que Argel Fucks deixaria a equipe para comandar o Ceará na reta final do campeonato. Ou seja, mesmo sem ser anunciado, ele já teria feito uma grande estreia pelo Vozão, derrotando o principal rival na luta pelo rebaixamento.

O momento após o jogo no Mineirão também foi surpreendente do outro lado. Abel Braga não foi para a coletiva, deixando com que o diretor de comunicação do Cruzeiro respondesse aos questionamentos dos jornalistas.

Pouco depois, o blogueiro do Yahoo Victor Martins revelou que a Raposa decidiu pela saída de Abel e já tinha um acordo com um novo técnico: Adilson Batista. Sim, o mesmo técnico que foi demitido pelo Ceará, grande rival do Cruzeiro na luta pelo rebaixamento, cerca de 24 horas atrás.

Como foi dito nas redes sociais, tudo o que faltava era o CSA anunciar Abel Braga como seu novo técnico, mas até o momento do fechamento deste texto, o clube ainda não tinha se pronunciado. Faltando três rodadas, os alagoanos têm a situação mais complicada de todas e podem até ser rebaixados no próximo fim de semana, em caso de vitória de seu antigo técnico com o Ceará.

Separados por um ponto, Ceará e Cruzeiro devem brigar até o fim na fuga pelo rebaixamento, mas dá para dizer que a equipe nordestina tem boas vantagens, apesar de ter menos talento em seu elenco. Além da vantagem de um ponto e de ter três vitórias a mais - primeiro critério de desempate -, o Vozão ainda conta com uma tabela melhor.

Ceará: Athletico (casa), Corinthians (casa) e Botafogo (fora)
Cruzeiro: Vasco (fora), Grêmio (fora) e Palmeiras (casa)

Em resumo, as primeiras horas desta quinta mostraram que o futebol brasileiro continua completamente inexplicável. E é bem triste pensar que quem sair dessa situação com a vaga na Série A de 2020 provavelmente vai se sentir muito feliz e provavelmente orgulhoso por ter feito a troca nesta sexta.

Vale lembrar ainda que esta nem foi a noite mais maluca do futebol brasileiro em 2019, já que o dia 26 de setembro teve duas demissões, briga envolvendo técnico, jogador e torcida, um anúncio de técnico, especulação grande e eliminação de equipe brasileira na Sula. Além de rodada do Brasileirão.

Ou seja, o futebol brasileiro realmente não é para amadores. Ou talvez realmente seja, já que uma noite maluca como esta não é nem a pior do ano.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter