Entenda como a nota do Enem é calculada

·2 min de leitura

Basta o gabarito do Enem ser divulgado para os candidatos começarem a contabilizar seus acertos e erros. No entanto, se dois participantes acertarem a mesma quantidade de questões de uma das áreas de conhecimento, não significa que a nota deles será a mesma. Isso acontece porque o Enem adota a Teoria de Resposta ao Item (TRI) como método de pontuação final.

A TRI não atribui uma mesma pontuação para todas as questões da prova de, por isso, não considera apenas a quantidade de acertos como critério para a soma dos pontos. Ela é um modelo estatístico que mede o nível de conhecimento do candidato.

Este método trabalha com três variáveis: média nacional, pesos diferentes entre as questões e com o comportamento das respostas do candidato.

Todas as questões são analisadas previamente e ganham pesos diferentes de acordo com a sua dificuldade. A prova é formulada de maneira que a sua média de pontos nacionalmente seja de 500 pontos.

Quando um aluno acerta mais questões do que a média nacional, ele aumenta sua pontuação e se distanciando dos 500 pontos. E o contrário também acontece, com notas mais baixas para aqueles que erram mais que a média nacional.

A TRI pode tirar pontos de uma das questões (mas não zerá-la) se perceber que o aluno a chutou. O sistema mapeia o comportamento do candidato. Se ele acertar uma questão difícil sem ter acertado várias fáceis, a TRI entende aquele acerto como um "chute". O entendimento é o seguinte: se um candidato não sabe fazer algo simples, não saberá resolver algo complexo.

— Se o aluno acerta muitas questões fáceis e algumas difíceis, ele tem uma pontuação. Se ele acerta muitas difíceis e erra as fáceis, ele é penalizado, pois seus acertos são considerados chutes — explica José Tavares, coordenador geral de vestibular do colégio e curso ZeroHum.

A grande dica para se dar bem na pontuação do Enem é se garantir nas questões fáceis. Apesar de inicialmente valerem menos, elas são a base para garantir que as questões difíceis acertadas tenham uma pontuação cheia.

E vale a pena chutar? É claro! Deixar uma questão em branco tira do candidato qualquer chance de pontuar. Ao acertá-la, mesmo sendo no chute e a TRI identificado essa jogada de sorte, alguma pontuação é atribuída à questão, aumentando os pontos finais.

Na hora de resolver a prova do Enem é importante estar calmo, ler os enunciados com atenção e passar com cuidado as respostas para o cartão de respostas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos