Entenda a doença que causou a internação de Mônica Martelli; atriz teve que adiar peça após passar mal

A atriz Mônica Martelli segue internada para tratamento de uma gastroenterite aguda, motivo pelo qual teve de adiar a passagem da peça "Minha vida em Marte" em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, e em Curitiba, no Paraná, marcadas quinta-feira (23) e sexta-feira (24), respectivamente. O espetáculo foi remarcado para os dias 26/08 e 18/08.

"Sempre prezei pelo respeito e cuidado com o público. O teatro pra mim é um lugar sagrado, de devoção e alegria. Estar aqui falando sobre isso pra vocês dói em mim, mas é importante", disse a atriz em post compartilhado nesta terça-feira (21), no qual republica o comunicado de sua assessoria.

Martelli foi internada na Santa Casa de Misericórdia, em Porto Alegre, após passar mal no último domingo (19). Segundo sua assessoria de imprensa, a atriz está em recuperação e "aguarda alta para poder voltar para sua casa, em São Paulo". Veja o comunicado:

Segundo o Dr. Liano Sia Moreira, membro da Sociedade de Gastroenterologia de Minas Gerais e coordenador do Serviço de Endoscopia Digestiva do Hospital do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg), a gastroenterite aguda pode ser causada por um vírus, uma bactéria ou uma toxina. Os sintomas mais comuns são náuseas e vômitos, quando o acometimento é estomacal, e diarreia quando é intestinal.

— A gastroenterite aguda é uma inflamação do tubo digestivo, especialmente do estômago e dos intestinos delgado e grosso. É um processo inflamatório de origem infecciosa. Na maioria das vezes, é causada por um vírus ou bactéria. Também pode ser causado por uma toxina, que é uma substância eliminada pela bactéria. Geralmente o contágio acontece da mesma forma como se pega uma virose, ou seja, pelo contato com secreção ou partículas respiratórias de quem tem a doença. E, sendo por uma toxina, ocorre pela ingestão de um alimento contaminado — explica o médico.

Ainda segundo o especialista, o tempo de tratamento pode variar de 3 a 5 dias, com recuperação do paciente logo a seguir:

— O tratamento na maioria das vezes é sintomático, porque somente quando são bactérias é que vamos fazer o tratamento causal, usando antibióticos pra eliminar essas bactérias. Mas, como na maioria das vezes ou é virótico ou por toxinas, a gente vai trata os sintomas causados especialmente pela desidratação. Havendo necessidade de hidratação, tratamos de forma oral quando não há vômitos, ou venosa quando há vômitos. Existem outras medicações que podemos usar pra acelerar a cura de gastroenterite viral, são medicamentos específicos, ou muitas vezes probióticos para acelerar a recuperação da população bacteriana do intestino — conclui o Dr. Liano Sia Moreira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos