Entenda o que é a lesão ligamentar no tornozelo, que tirou Neymar e Danilo da fase de grupos da Copa do Mundo

A comissão técnica da seleção brasileira confirmou nesta sexta-feira, dia seguinte à vitória do Brasil sobre a Sérvia na estreia pela Copa do Mundo do Catar, que o atacante Neymar e o lateral-direito Danilo tiveram lesões ligamentares no tornozelo e estão fora da fase de grupos. Esse tipo de lesão ocorre como consequência de entorses, conhecidas popularmente como torções de tornozelo, e pode ter diferentes níveis de gravidade, a depender do dano causado ao ligamento.

Tabela da Copa: Veja todos os resultados, datas e horários dos jogos do Mundial

Simulador do GLOBO: Decida quem avança em cada fase da Copa do Mundo do Catar

Copa, cabelo e bigode: Confira se você reconhece os jogadores apenas pelo visual

Entenda a seguir, em quatro pontos, como ocorrem e são tratadas essas lesões:

O que é uma lesão nos ligamentos do tornozelo?

A lesão ligamentar aparece após entorses, que são caracterizadas pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) como um tipo de "movimento violento, com estiramento ou ruptura de ligamentos de uma articulação". Em outras palavras, a entorse ocorre quando os ligamentos são "alongados" até o limite de sua "distensibilidade", isto é, de sua capacidade de que sejam esticados sob ação de determinada força ou pressão. É como uma corda, que pode ser danificada ou até rompida caso seja forçada além de sua capacidade.

Os ligamentos são espécies de "cordas" que conectam ossos do corpo humano. Eles têm menor elasticidade do que os tendões, que conectam os músculos aos ossos. Assim como os tendões, os ligamentos também são pouco vascularizados.

Qual é o tipo de lesão detectada em Neymar e Danilo?

Segundo o médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, Neymar teve detectada uma "lesão ligamentar lateral no tornozelo direito, junto com um pequeno edema ósseo", enquanto Danilo apresentou uma "lesão ligamentar medial no tornozelo esquerdo".

"Medial", neste caso, caracteriza a parte do ligamento localizada mais próxima à parte interna do tornozelo, na direção do dedão. "Lateral", por outro lado, indica uma localização na parte externa do tornozelo, na direção do dedo mindinho.

Há diferentes tipos de ligamento no tornozelo. Segundo um médico ortopedista ouvido pelo GLOBO, que pediu para não ser identificado por ter tido contato com a comissão médica da CBF, o inchaço observado no tornozelo de Neymar após a partida é característico de lesões nos ligamentos tibiofibular ou talofibular anteriores. Ambos ficam "na direita" do tornozelo direito. Já o ligamento medial, atingido no caso de Danilo, fica "na direita" do tornozelo esquerdo.

O caso de Neymar ainda trouxe um edema ósseo, isto é, um dano na parte interna do osso, que causa inflamação. Ele é causado, em geral, por conta de traumas ou, no popular, "pancadas". De acordo com o mesmo ortopedista, o que separa um edema de uma fratura nesse tipo de caso é a intensidade da força aplicada aos ligamentos -- as "cordas" entre os ossos --, que pode ser grave o suficiente para "puxar" determinado osso e ocasionar seu rompimento.

Qual pode ser a gravidade desse tipo de lesão?

As entorses de tornozelo são classificadas em três níveis de gravidade, de acordo com a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT): grau 1, quando há estiramento ligamentar; grau 2, quando ocorre ruptura ligamentar parcial; e grau 3, em casos de ruptura ligamentar total.

Os casos de Neymar e Danilo, de acordo com o ortopedista ouvido pelo GLOBO, sugerem uma situação de grau 1.

Como é e quanto tempo costuma durar a recuperação?

Em geral, segundo o especialista, a cicatrização do ligamento até que retorne ao funcionamento adequado pode durar cerca de três semanas para uma pessoal "normal". Porém, no caso de atletas de alto rendimento, que têm preparação física mais aprimorada e geralmente apresentam melhor capacidade regenerativa, é possível uma recuperação do ligamento de cinco a sete dias.

O Brasil volta a campo na segunda-feira, contra a Suíça, às 13h (horário de Brasília), e encerra sua participação na fase de grupos contra Camarões, na próxima sexta, às 16h. Portanto, o prazo habitual de recuperação "estoura" o intervalo de tempo até essas duas partidas, mas permite a expectativa de um retorno a partir das oitavas de final. O médico da seleção, Rodrigo Lasmar, evitou garantir que Neymar e Danilo estarão aptos.

Segundo médicos, o tratamento é feito de forma intensiva, com aplicação de gelo para diminuição do inchaço e realização de fisioterapia.