Entenda quais serão as mudanças da Carteira Nacional de Habilitação a partir deste ano

·1 min de leitura

Um novo modelo de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) será emitido, a partir de 1º de junho, conforme condutores forem renovando o documento ou solicitando segunda via. Ou seja, não haverá necessidade de troca imediata pelos motoristas que não se encaixarem nessas situações. O desenho, definido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), foi divulgado no Diário Oficial da União, e poderá ser expedido em meios físico, digital ou ambos, a escolha do motorista.

Na nova CNH, os tipos de veículos que o motorista está apto a conduzir serão identificados em uma tabela. Uma primeira coluna indicará a categoria. Na segunda, haverá uma imagem do automóvel. A terceira trará a indicação da habilitação para dirigir aquele tipo de veículo.

O documento também vai informar se o condutor tem apenas permissão para dirigir, por meio da letra "P", ou se já possui CNH definitiva, com o uso da letra "D". O modelo também mostrará se o condutor utiliza a CNH para trabalhar, e terá um campo para apresentar possíveis restrições médicas.

A nova CNH, que tem predominância das cores verde e amarelo, continua com QR Code, que armazenará os dados contidos no documento e a fotografia do condutor. A assinatura do motorista, no entanto, não será disponibilizada na tecnologia. QR Code já aparece em carteiras de habilitação emitidas desde 2017.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos