Entidades da imprensa divulgam nota em defesa da democracia

Funcionárias da Justiça Eleitoral preparam urnas eletrônicas para as eleições de 2018, em Curitiba

BRASÍLIA (Reuters) - Na esteira de posicionamentos de importantes atores dos setores produtivo e bancário e da sociedade civil, associações da imprensa brasileira também irão se pronunciar oficialmente em defesa da democracia por meio de uma nota, informou nesta segunda-feira a Associação Nacional de Jornais (ANJ).

Assinado pela ANJ, a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) e a Associação Nacional de Editores de Revistas (Aner), o documento destacará, como pontos principais, a liberdade de imprensa e o respeito aos resultados eleitorais -- dois princípios democráticos que vêm sendo colocados à prova diante de ataques do presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) e de seus apoiadores.

A nota, que será divulgada na terça-feira em jornais, revistas, rádios e televisões, também faz menção à necessidade de uma imprensa livre e do respeito ao princípio da liberdade de opinião, de acordo com a ANJ. O texto lembra ainda da importância do combate à desinformação, tema que ganhou visibilidade a partir da pulverização das chamadas "fake news".

O documento aponta que "apenas em ambientes de liberdade política, de solidez das instituições e de pleno respeito à Constituição a missão jornalística pode ser levada aos brasileiros com a abrangência e transparência que as democracias exigem".

Na semana passada, um amplo manifesto organizado pelo Faculdade de Direito da USP em defesa da democracia e do sistema de votação foi divulgado com as assinaturas de banqueiros, empresários, juristas e personalidades.

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) também informou que divulgará este mês um manifesto em defesa da democracia, que terá o apoio da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos