Entrada da Riviera de São Lourenço registra congestionamento antes de feriado

DIEGO GARCIA
***FOTO DE ARQUIVO*** Litoral Paulista, SP, BRASIL. 05-01-2018 - Secretaria estadual de turismo promove passeios monitorados pelo litoral paulista a preços populares pelo programa Roda SP. Passeios que saiu da Praia Grande até a Riviera de São Lourenzo em Bertioga. Riviera de São Lourenço, o ponto final do roteiro. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A entrada da Riviera de São Lourenço, em Bertioga, litoral sul de São Paulo, registrou congestionamento na noite desta quinta-feira (30), véspera de feriado.

O bairro, onde diversos paulistanos mantêm casas de veraneio, formou filas na portaria entre as 18h e 20h, mesmo durante um período de quarentena pelo avanço da Covid-19 no Brasil.

Segundo a prefeitura, o congestionamento ocorreu pelo controle de acesso feito na entrada do bairro. O município acrescentou que, durante o período de pandemia, a entrada na cidade é priorizada aos moradores, profissionais da área pública, transporte de cargas e trabalhadores de serviços essenciais.

Em nota, a prefeitura disse que intensificou a fiscalização do controle de acesso de veículos ao município a partir desta sexta-feira (1), feriado do Dia do Trabalho.

A prefeitura afirmou que também fiscaliza a circulação, o estacionamento na orla da praia e a aglomeração de pessoas em rios e cachoeiras, proibidas durante a quarentena.

No caso das praias, está permitida apenas a prática de esportes individuais, de segunda a quinta, das 6h às 18h, para priorizar os moradores.

A região da Baixada Santista é uma das mais afetadas pela doença no estado, com cerca de 1,5 mil casos de infectados confirmados e 112 mortes até esta quinta.

O município de Bertioga tem sete casos, com um óbito. A cidade possui dez leitos de UTI, sendo que dois deles estavam sendo utilizados no começo da semana. Porém, na média de toda a Baixada, 80% dos leitos de UTI estão ocupados.