Rei do Marrocos nomeia Saad Eddine El-Othmani como novo chefe de governo

Rabat, 17 mar (EFE).- O rei Mohammed VI do Marrocos nomeou nesta sexta-feira o islamita Saad Eddine El-Othmani, do Partido Justiça e Desenvolvimento (PJD), como nove chefe de governo marroquino e o encarregou da formação do próximo gabinete, informou a agência oficial "MAP".

Othmani foi recebido pelo rei no Palácio Real de Casablanca, dois dias após seu correligionário e secretário-geral do PJD, Abdelilah Benkirane, que passou cinco meses sem conseguir formar uma maioria parlamentar estável, deixar o cargo.

O monarca se antecipou assim ao Conselho Nacional do PJD, que será realizado amanhã e no qual o partido tinha prometido dar sua última palavra sobre a formação do governo, embora houvesse poucas dúvidas que aceitaria a decisão do rei, fosse qual fosse.

Agora esse Conselho Nacional pode servir para estabelecer as linhas de negociação do partido com as demais frentes políticas e confirmarão ou não se Othmani manterá os mesmos princípios que Benkirane, que foram os que o impediram formar gabinete.

Saad Eddine El-Othmani, de 61 anos, psiquiatra de profissão e berbere do sul do Marrocos, foi secretário-geral do PJD (Marrocos) antes de Benkirane.

Também foi ministro das Relações Exteriores entre 2011 e 2013, embora sua passagem à frente da diplomacia marroquina quase não tenha sido percebida porque a chancelaria é um dos "domínios reservados" do Palácio. EFE