Entregador de delivery é morto por assaltantes após não entregar motocicleta

Entregador de delivery foi morto durante trabalho, após não entregar motocicleta a assaltantes. Foto: Getty Images.
Entregador de delivery foi morto durante trabalho, após não entregar motocicleta a assaltantes. Foto: Getty Images.
  • Entregador de delivery foi morto por assaltantes enquanto trabalhava;

  • Para despistar policiais, assaltantes que estavam em carro queriam trocar de veículo;

  • Após cometerem o crime, os assaltantes interceptaram outro motociclista e roubaram seu veículo.

Um entregador de delivery, de 27 anos, foi morto a tiros depois de se recusar a entregar sua motocicleta a assaltantes que planejavam trocar de veículo para despistar policiais. O crime ocorreu na avenida Cosme Ferreira, no bairro Coroado, em Manaus.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima estava trabalhando no momento em que foi abordado pelos dois criminosos em um carro roubado. O rapaz morreu no local.

Após cometerem o crime, os assaltantes interceptaram outro motociclista e roubaram seu veículo. Eles conseguiram fugir sem ter suas identidades reveladas.

A 11ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) informou que o primeiro carro roubado pelos criminosos foi abandonado e depois recuperado pelo proprietário.

O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). Agora, a Delegacia Especializada em Homicídio e Sequestro (DEHS) deve investigar o caso.

Monitor da violência

De acordo com o índice nacional de homicídios criados pelo g1, a partir de dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal, o Brasil teve queda no número de morte durante os nove primeiros meses deste ano.

Foram registradas 1.065 mortes a menos do que em 2021. Em 2022, o país teve 31.252 mortes, de janeiro a dezembro. No ano passado foram 30.187 homicídios.

A pesquisa, que contabiliza e compila dados mês a mês, faz parte do Monitor da Violência, criado em conjunto pelo g1, pelo Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-UPS) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Primeiro semestre de 2022

Nos seis primeiros meses deste ano, foram cometidos 20,1 mil homicídios, representando uma diminuição de 5% em comparação ao mesmo período de 2021.

Contudo, o número continuou alto. No primeiro semestre de 2022, mais de 111 brasileiros, em média, foram executados por dia.

*Com informações do g1.