Epidemia na França "continua piorando" e em 24 horas morreram 365 pacientes

Médicos transportam paciente no hospital Emile Muller da cidade de Mulhouse, leste da França

A epidemia de coronavírus "continua a piorar" e em 24 horas matou 365 pessoas na França, incluindo uma menina de 16 anos, deixando o saldo em quase 1.700 mortes, informaram autoridades de saúde na quinta-feira.

Um total de 3.375 pacientes estão em terapia intensiva (+548 em um dia), de um total de 13.904 (+2.365) hospitalizados, detalhou o diretor geral de Saúde, Jérôme Salomon, que especificou que o número total de mortes é de 1.696.

Salomon enfatizou que um terço dos internados em terapia intensiva tem menos de 60 anos de idade.

"A epidemia continua a piorar" e mobiliza "de maneira excepcional e sem precedentes" todos os hospitais, públicos e privados.

De todas as instalações, 576 estão recebendo pacientes "covid-19 positivos", disse Salomon em seu comunicado de imprensa diário.

O Diretor de Saúde também especificou que, na última semana, foram registrados os maiores aumentos de mortalidade na região do Grande Leste (na fronteira com a Alemanha e Luxemburgo), na ilha da Córsega e na região de Paris e seus arredores.