Equipamentos encontrados sem uso em depósito vão reforçar hospitais estaduais no combate à Covid-19

André Coelho
·1 minuto de leitura

A secretaria estadual de Saúde concluiu um inventário de equipamentos encontrados em dois galpões que armazenavam equipamentos comprados para os hospitais de campanha pela Organização Social Iabas. São 168 respiradores, mais de 280 mil máscaras e 225 camas hospitalares, todos novos, que serão destinadas a hospitais estaduais para reforçar a estrutura em meio ao aumento de casos de Covid-19 registrado nos últimos dias.

Segundo o secretário estadual de Saúde, Carlos Alberto Chaves, um cronograma de distribuição desses materiais será apresentado na próxima semana.

— Estes equipamentos podem ser utilizados para abertura de novos leitos para enfrentamento à pandemia. Vamos utilizar este material da maneira correta para beneficiar a população — afirmou.

Chaves esteve nesta quarta-feira (18) em um dos depósitos, no bairro de Manguinhos, acompanhado do deputado estadual Renan Ferreirinha (PSB), relator da comissão da Covid-19 da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Ele afirmou que vai fiscalizar a distribuição dos equipamentos.

— Sempre pedimos esse inventário. Nunca nos foi dado. Agora que sabemos o que, de fato, está nas mãos do Estado, vamos cobrar para que cheguem aos hospitais, para que sejam usados para atender à população. Assim que o cronograma de distribuição ficar pronto, vamos fiscalizar cada passo. Neste depósito que visitei hoje há material suficiente para salvar centenas de vidas — afirmou Ferreirinha.

Além dos respiradores, máscaras e camas, foram encontrados 12.600 cateteres, 625 aparelhos de pressão, 68 cadeiras de rodas, 23.053 doses de adrenalina, 19.858 caixas de 10ml de insulina, 53.458 sacos de soro, 185 computadores, 178 monitores e 64 impressoras. Há ainda milhares de doses de medicamentos variados e uniformes hospitalares.