Equipe da OMS em Wuhan visita hospital que tratou primeiros casos de Covid

Gabriel Crossley
·1 minuto de leitura
Integrante da equipe da OMS durante visita a hospital em Wuhan, na China

Por Gabriel Crossley

WUHAN, China (Reuters) - Uma equipe de especialistas liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que investiga a origem da Covid-19 visitou nesta sexta-feira um hospital da cidade chinesa de Wuhan que foi um dos primeiros a tratar pacientes no começo do surto.

Depois de se reunir com cientistas chineses no início do dia, a equipe foi ao Hospital Provincial de Medicina Chinesa e Ocidental Integradas de Hubei.

Zhang Jixian, diretor do departamento de cuidados respiratórios e críticos do hospital, é citado pela mídia estatal como o primeiro a relatar o novo coronavírus depois de tratar de um casal de idosos cujas tomografias mostraram diferentes de uma pneumonia típica no final de 2019.

"Primeira visita extremamente importante aqui. Estamos no hospital que tratou alguns dos primeiros casos conhecidos de Covid-19, encontrando com os próprios clínicos e funcionários que fizeram este trabalho, tendo conversas abertas sobre os detalhes de seu trabalho", tuitou Peter Daszak, um membro da equipe liderada pela OMS.

A equipe encerrou uma quarentena de duas semanas na quinta-feira, e planeja visitar laboratórios, mercados e hospitais durante suas duas semanas restantes em Wuhan, onde o coronavírus foi identificado primeiramente no final de 2019.

Embora não se tenha anunciado um itinerário exato, a OMS disse que a equipe pretende visitar o mercado de frutos do mar no centro do surto inicial, além do Instituto de Virologia de Wuhan. Uma hipótese, rejeitada pela China, é que o surto tenha sido causado por um vazamento no laboratório do governo.

(Por Gabriel Crossley e Martin Quin Pollard; reportagem adicional de Yew Lun Tian em Pequim)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759))

REUTERS ES