Equipe de Gabriel Medina se envolve em polêmica na Indonésia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Produzindo um filme sobre o retorno de Gabriel Medina às competições, sua equipe discutiu com fotógrafos locais.
Produzindo um filme sobre o retorno de Gabriel Medina às competições, sua equipe discutiu com fotógrafos locais. Foto: (Ed Sloane/World Surf League via Getty Images)

Nos preparativos para seu retorno às competições da World Surf League, que aconteceu na 6ª etapa da temporada de 2022, em G-Land, na Indonésia, o brasileiro Gabriel Medina esteve em Desert Point, outro local famoso por ondas cinematográficas no país da Oceania, e sua equipe se envolveu em polêmicas com fotógrafos e filmmakers locais.

A equipe de Gabriel Medina, que está gravando um filme sobre a volta após o hiato de quase seis meses para cuidar da saúde mental do tricampeão mundial, teria tentado impedir, de acordo com o site BeachGrit, especializado em surfe, que cinegrafistas e fotógrafos de Desert Point registrassem os momentos de Medina durante o free surf. Fontes locais teriam dito que os profissionais contratados pelo brasileiro informaram que era necessária uma permissão da Rip Curl para gravá-lo. A resposta de um deles teria dito que: "Permissão? Permissão? Para gravar alguém aqui nas minhas ondas? Na minha casa? F**a-se, é assim que eu sustento minha família".

Leia também:

O clima ainda teria esquentado quando um cinegrafista local teria dito que Gabriel Medina e sua equipe não seriam mais bem vindos em Desert Point: "Medina ou quem que não quer apoiar a comunidade local? Isso é f**a! Vocês, profissionais, ganham muito dinheiro para virem à minha casa. Eu digo a você e a todos os seus amigos videomakers que vocês não podem mais ganhar dinheiro às nossas custas. Estamos prontos pra defender a nossa casa. E diga ao Medina e a todos os seus cinegrafistas que eles podem esquecer de voltarem pra cá também".

Eliminado nas semifinais, com resultados que levantaram suspeita do público, para o campeão da etapa, o australiano Jack Robinson, Gabriel Medina mostrou que seu ritmo de competição segue o mesmo de antes de sua parada e tem potencial para beliscar uma das vagas no WSL Finals.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos