Equipe de Lula busca mobília usada por presidente no Planalto em seus dois primeiros mandatos

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu que seus assessores realizassem um esforço para recuperar a mobília do gabinete do Palácio do Planalto que era usada durante os seus dois primeiros mandatos. A procura foi feita ao longo da segunda e da terça-feira antes de o petista começar a despachar do local.

O material estava armazenado em depósitos do próprio palácio. Claudia Troiano, secretária particular que acompanha Lula há décadas, foi incumbida da missão de encontrar mesa, cadeira e sofá.

Lula esteve no palácio pela primeira vez depois da posse no fim da tarde desta terça-feira. Nesta quarta-feira, terá agendas o dia inteiro no local e despachará com quatro ministros. Antes de o presidente ocupar o palácio, a Polícia Federal iniciou na segunda-feira uma varredura no local. A verificação começou pelo gabinete presidencial e foi feita por etapas, para checar a existência de grampos, eventuais explosivos ou outros materiais suspeitos.

Nesta quarta-feira, o vice-presidente Geraldo Alckmin tomará posse como ministro da Indústria e Comércio, em cerimônia no Planalto. A presença de Lula na cerimônia foi anunciada.

Lula só havia pisado no palácio durante a sua posse no domingo. Na segunda-feira, o presidente participou de encontros bilaterais com líderes de 15 países, no Palácio Itamaraty, sede do Ministérios das Relações Exteriores,

Nesta terça-feira, Lula foi a Santos pela manhã para participar do velório de Pelé. À tarde, voltou a Brasília e despachou do hotel no centro da cidade onde está hospedado desde antes da posse até ir para o palácio no fim da tarde.