Equipe de Macron confirma ciberataques à campanha, diz que dados não foram roubados

Candidato à Presidência da França Emmanuel Macron, durante cerimônia em Paris. 24/04/2017 REUTERS/Christian Hartmann

PARIS (Reuters) - A equipe de campanha do candidato à Presidência da França Emmanuel Macron confirmou ter sido alvo de pelo menos cinco ciberataques desde janeiro, mas garantiu que nenhum dado da campanha foi comprometido.

"Emmanuel Macron é o único candidato da campanha presidencial francesa a ser alvo", informou o partido de Macron, "En Marche!", em comunicado.

"Não é coincidência que Emmanuel Macron, o último candidato progressista restante nessa eleição, seja o alvo prioritário".

A campanha de Macron citou como evidência os resultados de um estudo da companhia de segurança Trend Micro, que disse ter encontrado provas de que um grupo espião teria atacado a campanha do candidato de centro.

(Reportagem de Michel Rose)