Erasmo Carlos no cinema: relembre momentos do artista como ator

O cantor e compositor Erasmo Carlos, em sua longa carreira artística, teve tempo para se aventurar. Ao longo dos aproximadamente 60 anos que viveu de música, fez também aparições como ator. O mais recente, aos 75 anos, atuou no filme ‘Paraíso perdido’, de Monique Gardenberg. Em meio ao universo da música brega, ele interpreta, José, um ex-professor de literatura que vê sua mulher desaparecer durante a ditadura e passa a se dedicar completamente aos filhos e a manter a família unida.

Erasmo Carlos: 'Música, orgasmo e Deus são as melhores coisas da vida', disse compositor em entrevista ao GLOBO nos seus 80 anos

Fernanda Montenegro: Último lançamento de Erasmo Carlos foi canção em homenagem a atriz; escute aqui

Erasmo Carlos faleceu nesta terça-feira (22) aos 81 anos por consequências de uma síndrome edemigênica.

Relembre papéis de Erasmo no cinema

“Minha sogra é da polícia”, 1958: Mulher (Violeta Ferraz) abre uma agência de detetive, para desespero de sua família, especialmente de seu genro (Costinha), e acaba se metendo em grandes confusões.

Grammy Latino: Erasmo Carlos venceu prêmio por melhor álbum de rock em língua portuguesa na última semana

“Roberto Carlos e o diamante cor de rosa”, 1968: Os cantores Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléia estão no Japão. Em uma loja de antiguidades, Wanderléia compra uma estatueta antiga, que vai revelar uma surpresa. Depois de uma certa confusão envolvendo um perseguidor chamado Pierre e um gênio samurai, eles encontram um mapa do tesouro dentro da estatueta. Ao tentarem decifrar o mapa, eles acreditam que o lugar onde o tesouro está escondido é no Rio de Janeiro, para onde partem imediatamente, com Pierre em seus calcanhares.

Roberto Carlos: Em autobiografia, Erasmo Carlos disse que brigou com Roberto apenas uma vez; saiba o motivo

“Roberto Carlos a 300 quilômetros por hora”, 1971: Lalo, tímido mecânico de automóveis, ama em segredo tantos carros de corrida como a jovem Luciana, namorada de seu patrão Rodolfo, ás do automobilismo. As escondidas, Lalo e seu amigo Pedro Navalha treinam com o carro de Rodolfo, especialmente fabricado para a próxima taça Brasil, em Interlagos. Rodolfo briga com Luciana e parte para Europa. Pedro evita que Neusa, secretária de Rodolfo, cancele a inscrição do patrão. Coloca Lalo no lugar deste. Em plena corrida, a trama é descoberta, mas Lalo realiza uma "performance" sensacional e tem reconhecida a sua vitória.

Lula: presidente eleito homenageia Erasmo Carlos após morte do cantor: 'amigo de fé, irmão camarada'

“Os machões”, 1972: Três amigos malandros e cafejestes passam a vida armando esquemas para ganhar dinheiro e conquistar mulheres facilmente, mas raramente tem sucesso nas empreitadas. Até que um dia pensam no plano perfeito: os três, com aulas de um "grande entendido" no assunto, tornam-se cabeleireiros gays para poderem infiltrar-se com maior facilidade na intimidade de mulheres ricas e carentes.