Erdogan diz que Suécia e Finlândia não deveriam nem tentar fazer Turquia aprovar adesão à Otan

Presidente turco, Tayyip Erdogan, concede entrevista coletiva na sede da Otan, em Bruxelas

Por Ali Kucukgocmen

ISTAMBUL (Reuters) - O presidente turco, Tayyip Erdogan, disse nesta segunda-feira que as delegações de Suécia e Finlândia não deveriam nem tentar ir à Turquia para convencê-lo a aprovar suas candidaturas de adesão à Otan.

O governo sueco decidiu formalmente entrar com um pedido para se tornar membro da Otan, afirmou a primeira-ministra Magdalena Andersson nesta segunda-feira, um dia depois de o presidente finlandês, Sauli Niinisto, confirmar que a Finlândia fará a mesma coisa.

A Turquia surpreendeu seus aliados da Otan semana passada dizendo que não via positivamente as duas candidaturas, citando principalmente histórico de abrigar membros de grupos que Ancara considera terroristas.

Em uma entrevista coletiva nesta segunda-feira, Erdogan repetiu que a Turquia não aprovaria as candidaturas de entrada na Otan, chamando a Suécia de “incubadora” de organizações terroristas e acrescentando que tem terroristas em seu Parlamento.

O gabinete de Relações Exteriores da Suécia havia dito nesta segunda-feira que representantes de alto escalão de Suécia e Finlândia viajariam à Turquia para conversas sobre as objeções de Ancara.

“Eles estão vindo para a Turquia na segunda-feira. Eles estão vindo para nos convencer? Desculpa, mas eles não deveriam nem se esforçar”, disse Erdogan, sobre a visita planejada.

A Turquia diz que Suécia e Finlândia abrigam pessoas que, segundo ela, estão ligadas a grupos que considera terroristas, como o grupo militante Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e seguidores de Fethullah Gulen, a quem Ancara acusa de ter orquestrado uma tentativa de golpe em 2016.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos