Erika Januza fala sobre representatividade, namoro com filho de Carol Nakamura e vontade de congelar óvulos: 'Tomando coragem'

Erika Januza está completando 10 anos de carreira e conta que tem visto avanços na televisão para artistas negros. Ela considera alguns de seus trabalhos importantes no que diz respeito à representatividade:

— Em “Outro lado do paraíso”, interpretei uma juíza. Como uma atriz negra, isso é muito significativo. Em “Arcanjo renegado”, interpreto uma policial, algo que me tirou completamente do meu lugar de conforto. Tive que aprender muita coisa.

No ar em novela: Mumuzinho comenta 'Todas as flores' e fala sobre volta com a ex

Luciana Vendramini: atriz fala de livro que lançará e de namorado mais novo

Desde 2020, Erika namora com o artista plástico Juan Nakamura, filho da atriz Carol Nakamura. Ela conta que os dois chegaram a morar juntos durante o período mais crítico da pandemia, mas hoje vivem separados:

— Já falamos em morar juntos, mas não é algo para agora. Esta casa que eu estou construindo (veja abaixo as fotos da obra no imóvel, no Rio) é para mim. É um sonho. A minha mãe veio morar comigo também, tem um ano. Ela já queria vir há muito tempo, mas eu queria ter uma estrutura adequada para recebê-la.

Erika está com 37 anos e uma diferença de 14 para o namorado, de 23. Ela conta que pensa em ser mãe e que o relógio biológico é algo que preocupa:

— Penso muito em congelar os óvulos, mas ainda estou tomando coragem (risos). Sou muito medrosa para qualquer tipo de procedimento. Nunca fiz nada, nem botox. Admiro quem tem coragem de fazer.