Escalações do Santos em 2020 mostram dúvidas no trio de ataque

Gabriel Santos* 


O Santos desta temporada está passando por muitas mudanças em relação a equipe do ano passado, vice-campeã do Brasileirão. Há mais de dois meses sem entrar em campo por conta da paralisação do futebol pela pandemia do novo coronavírus, o Peixe mostrava sinais de evolução sob o comando de Jesualdo Ferreira, que vinha colocando um estilo de jogo ao time.

Nos doze jogos disputados na temporada, somando seis vitórias, três derrotas e três empates, o Santos mostrou ter dois setores bem definidos (defesa e meio), enquanto o ataque, que lidou com desfalques, foi bem variado durante as partidas.

Para se ter uma ideia, Jesualdo repetiu o trio ofensivo em somente cinco partidas das doze disputadas. Dois jogos em sequência de Raniel, Eduardo Sasha e Soteldo: na vitória sobre o Botafogo-SP por 2 a 0 e no empate por 0 a 0 contra a Ferroviária. Depois, Yuri Alberto, Eduardo Sasha e Soteldo formaram o trio ofensivo em três partidas seguidas: empate contra o Palmeiras em 0 a 0, e as vitórias diante de Defensa y Justicia por 2 a 1 e Mirassol por 3 a 1.

Kaio Jorge, Tailson, Arthur Gomes e até mesmo Uribe, encostado no elenco, foram testados como titulares. Kaio e Arthur se destacaram e podem ganhar novas chances com o comandante após a volta das competições, ainda sem data para retornar.

Porém, com a volta das competições, o Santos poderá contar com um reforço caseiro no ataque: trata-se de Marinho, que quebrou o pé direito logo no primeiro jogo da temporada, diante do Red Bull Bragantino e seguiu em recuperação. A tendência é de que o camisa onze seja titular da equipe.

Com Marinho de titular, a única posição que fica em disputa é a de 'camisa nove', já que Soteldo e Marinho formam a dupla de pontas considerada titular do Peixe. Eduardo Sasha, Yuri Alberto, Kaio Jorge, Raniel e Uribe brigam por essa posição.

Veja o ataque do Santos em cada um dos jogos disputados em 2020:

Santos 0 x 0 Red Bull Bragantino:

Marinho, Eduardo Sasha e Kaio Jorge
​Guarani 1 x 2 Santos: Arthur Gomes, Eduardo Sasha e Raniel
Santos 2 x 0 Inter de Limeira: Tailson, Uribe e Raniel
Corinthians 2 x 0 Santos: Raniel, Eduardo Sasha e Soteldo
Ferroviária 0 x 0 Santos: Raniel, Eduardo Sasha e Soteldo
Ituano 2 x 0 Santos: Arthur Gomes, Eduardo Sasha e Soteldo
Santos 0 x 0 Palmeiras: Yuri Alberto, Eduardo Sasha e Soteldo
Defensa y Justicia 1 x 2 Santos: Yuri Alberto, Eduardo Sasha e Soteldo
Santos 3 x 1 Mirassol: Yuri Alberto, Eduardo Sasha e Soteldo
Santos 1 x 0 Delfín: Kaio Jorge, Eduardo Sasha e Soteldo
São Paulo 2 x 1 Santos: Arthur Gomes, Yuri Alberto e Soteldo

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini