Escassez leva Venezuela a partir para comida de animais

Foto: Getty Images

As notícias na Venezuela vão de mal a pior e tem desafiado até mesmo a própria lógica. Na última semana, a Provea (ONG pelos direitos dos venezuelanos) fizeram uma denúncia sobre a nova dieta no país: ovo fritos, arroz de ração para frangos e salsicha para cães.

Com a escassez nas gôndolas ou o alto preço dos mercados, o regime de Maduro transformou a mesa dos seus compatriotas. Doutor Manuel Hernández, responsável pelas questões sanitárias do Estado, admitiu o consumo: “um dos principais alimentos que as pessoas consomem é o arroz [para galinhas], por ser mais econômica e render mais”

Mas Hernandéz pondera o uso e faz uma alerta: “durante o processo de produção pode cair no chão e estar contaminado com urina de ratos”. Para ONG, “o uso de alimentos de animais para consumo humano “é uma dramática consequência da violação do direito à alimentação por parte do Estado” venezuelano, o qual acusa de “não tomar medidas para garantir que a população tenha acesso a produtos da dieta básica, de maneira segura e a preços acessíveis”.