Escolha de mulher como primeira-ministra da França representa avanço social, mas não ruptura

A França amanheceu nesta segunda-feira (17) com uma nova primeira-ministra. A imprensa francesa celebra o progresso social da escolha de uma mulher para o cargo, mas salienta que a troca de chefe de governo não representa uma ruptura política.

A nomeação de Élisabeth Borne para o cargo é um acontecimento importante em matéria de avanço social, de acordo com Libération porque ela é apenas a segunda mulher na história do país a ocupar o cargo.

Esta escolha, que acontece muito tarde, mostra que "a classe política francesa é mais machista que sua população", afirma o jornal. Mas, para a publicação, em termos políticos, Borne não representa uma ruptura com seu antecessor, Jean Castex. "O presidente Emmanuel Macron apenas trocou um tecnocrata de direita por uma de esquerda", afirma o diário progressista.

Para Le Parisien, a escolha de Borne é um símbolo forte e corrige uma "anomalia", já que a maioria dos países do mundo tem ou já teve mulheres no poder, citando o exemplo das primeiras-ministras Margaret Thatcher no Reino Unido e Angela Merkel, na Alemanha, e da vice-presidente Kamala Harris, nos Estados Unidos.

Tecnocrata

Borne é mais conhecida por suas capacidades técnicas que por sua representatividade política, concordam os jornais. Após estudar engenharia na tradicional Escola Politécnica, ela começou a trabalhar para o governo de Lionel Jospin, do Partido Socialista.

Mas durante sua carreira, a premiê atuou tanto no setor privado quanto no público, construindo um perfil, que de acordo com Le Parisien, "correspondia àquele buscado por Macron".


Leia mais

Leia também:
Site do governo francês anuncia por engano renúncia do primeiro-ministro e sua equipe
Emmanuel Macron troca governo e nomeia Élisabeth Borne como primeira-ministra
Em cerimônia reduzida, Macron toma posse de seu segundo mandato no próximo sábado

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos