Escolha do samba da Portela para 2022 vira polêmica e faz da escola um dos assuntos mais comentados nas redes sociais

·3 minuto de leitura

O carnaval é só em fevereiro de 2022, se até lá a pandemia estiver controlada, mas a primeira polêmica já está no ar e envolve a escolha do samba-enredo que a Portela vai levar para Avenida, embalando o seu enredo "Igi Osè Baobá", que vai contar a história e retratar a simbologia dos baobás, árvores gigantescas e milenares originárias da África. Considerado franco favorito, a composição da parceria liderada por Samir Trindade foi derrotada pela que era encabeçada por Wanderley Monteiro e fez da Azul e Branca de Madureira um dos temas mais comentados na internet, nesta quinta-feira.

A escolha aconteceu nesta quinta-feira, na Cidade do Samba, e desde sua divugação se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais. O resultado foi tão polêmico que figurou entre os cinco mais comentados do Twitter Brasil. Há quem veja motivação política na decisão de optar por um samba em detrimento de outro, com grande torcida a favor.

A letra do samba que era considerado franco favorita trazia versos como "Mito é Paulo Benjamin", numa referência a Paulo Benjamin de Oliveira, o Paulo da Portela, figura histórica da escola. Em outra passagem fala em "resistência ao ditador".

"Realmente, o portelense é resistência. Só assim pra aguentar essa pouca vergonha que vocês fizeram", escreveu uma internauta. "Samir era uma unanimidade no mundo do samba. Jogar fora por pura politicagem é ridículo. É não respeitar sua comunidade", postou outro. "Samba fraco. Pelo amor de Deus, nem eu quem não sou a maior fã do Samir adimiti que o samba dele era melhor. Agora é esperar 2023",criticou uma portelense.

"Será que teve rejeição à crítica política contida na letra do samba? falava de "opressor", "ditador Mito é Paulo Benjamin....Será? questiona um internauta. Mas teve também quem defendesse a escolha da escola. ""Excelente escolha!!! samba lindo e vai ser incrível na avenida no ano que vem" defendeu uma portelense."Mas tem gente que torce para compositor, e não para a Portela, é brincadeira, hein? Engulam o choro e aceitem. O melhor samba venceu!", escreveu outro.

A direção da Portela foi procurada, mas preferiu não se manifestar sobre a polêmica envolvendo a escolha do samba-enredo para 2022.

Conheça o samba vencedor:

Compositores: Wanderley Monteiro, Vinicius Ferreira, Rafael Gigante, Bira, Edmar Jr, Paulo Borges & André do Posto 7.

Prepara o terreiro, separa a Mucua

Apaoká baixou no xirê

Em nosso celeiro a gente cultua

Do mesmo preceito e saber

Raiz imponente da “primeira semente”

Nós temos muito em comum

O elo sagrado de Ayê e Orun

Casa pra se respeitar:

Meu Baobá!

Ôbatalá colofé

(Tem) batucada no Arê

Pra minha gente de fé Ayeraye

Nessa mironga tem mão de Ofá

Põe Aluá no coité e Dandá

Saluba, Mamãe! Fiz do meu samba curimba

Mata minha sede de axé

Faz do meu Igi Osè, moringa

Quem tenta acorrentar o sentimento

“Esquece” que ser livre é fundamento

Matiz suburbano, herança de preto

Coragem no medo

Meu povo é resistência feito um “nó na madeira” do cajado de Oxalá

Força africana, vem nos orgulhar!

Azul e Banto

Aguerê e Alujá

Pra poeira levantar

de crioula é meu tambor

Iluayê na ginga do meu lugar

Portela é Baobá

No gongá do meu amor

(Tem gira pro meu amor)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos