Escuna encalhada em Copacabana ficou à deriva após sofrer pane durante passeio às Ilhas Cagarras

RIO - Uma escuna está há quatro dias encalhada na Praia de Copacabana, na altura da Rua Duvivier, próximo ao hotel Copacabana Palace. A embarcação levava 15 pessoas para uma visita às Ilhas Cagarras quando ficou à deriva, no sábado à tarde.

Bombeiros do Grupamento Marítimo (Gmar) foram chamados por volta das 14h, quando a embarcação ainda se encontrava no mar, para resgatar passageiros e tripulantes. Ninguém ficou ferido, informou a assessoria de imprensa da corporação. Após o resgate, a escuna foi levada pelo vento e pelas correntes marítimas em direção à terra e encalhou na praia - que, no fim de semana de sol, ficou lotada de banhistas.

A assessoria de imprensa da Capitania dos Portos informou que a empresa proprietária da embarcação é responsável pela remoção. A Orlando Tur foi notificada no próprio sábado, e um inquérito foi instaurado para investigar as causas do problema. O prazo para conclusão é de 90 dias.

Dependendo do resultado, o caso poderá ser enviado para o Tribunal Marítimo, que estabelecerá alguma penalidade à empresa, se for comprovada sua responsabilidade. Num primeiro momento, tripulantes alegaram aos bombeiros que ventos fortes teriam danificado a embarcação.

A Capitania dos Portos havia sido informada de que a remoção seria realizada ontem, mas, no início da noite, a embarcação permanecia no mesmo lugar.

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias