Coronavírus é encontrado nos esgotos de Minas Gerais e Rio de Janeiro

Não há estudo que mostre que o vírus nos esgotos possa contaminar as células humanas

O novo coronavírus já foi encontrado nos esgotos de ao menos dois estados do Brasil - Rio de Janeiro e Minas Gerais. O fato pode ajudar pesquisadores a tentar mapear o tamanho da pandemia no país. As informações são do UOL.

Em Minas, o vírus foi encontrado a partir de uma pesquisa da Agência Nacional de Águas em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais e com a Secretaria de Saúde do Estado de Minas.

Leia também:

Bolsonaro e Ministério da Saúde continuam sem falar a mesma língua

Pressão contra isolamento é quase criminosa, diz Maia

Governo usa Correios para acelerar auxílio emergencial

Já no Rio a Fiocruz detectou o vírus nos esgotos de Niterói.

“A expectativa é que este [estudo] também possa contribuir, de forma indireta, para se estimar o número de pessoas infectadas em cada uma das regiões estudadas. Esse componente do estudo é mais desafiador, uma vez que depende da determinação da carga viral contida no esgoto e também da carga viral média de uma pessoa portadora do vírus", disseram os pesquisadores do estudo da ANA, que deve durar dez meses.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Não há estudo que mostre que o vírus nos esgotos possa contaminar as células humanas.

"Um grande número de pessoas vai ser assintomático, e elas eliminam o vírus pelas fezes. O vírus se acopla bem às células intestinais e vai sendo eliminado. Analisando o esgoto, você consegue saber onde o vírus está mais presente e onde não está. Dá para saber o que vai acontecer, pode funcionar como uma vigilância ambiental, um bom biomarcador do vírus. Em suma, esses estudos podem avaliar o tamanho da pandemia", falou ao UOL José Paulo Gagliardi Leite, diretor do Instituto Oswaldo Cruz.

Léo Heller, relator especial da ONU sobre o direito à água e ao saneamento, falou que a contaminação a partir do esgoto pode acontecer pela presença do vírus nas fezes, contaminando a água com que as pessoas têm contato, quando o esgoto e as fezes contaminadas atingem alguma superfície ou pela transmissão por vetores, como insetos.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.