Eslovenos votam para eleger presidente, com midiática advogada como favorita

Os eslovenos vão às urnas neste domingo (13) para eleger seu presidente, com uma renomada advogada e novata na política como favorita para se tornar a primeira mulher a liderar o país alpino.

As seções eleitorais abriram às 7h (3h em Brasília) e fecham às 19h. Os primeiros resultados são esperados para a tarde.

As pesquisas atribuem a Natasa Pirc Musar, que se define como "liberal", mais de 50% das intenções de voto, contra 44%-49% de seu adversário conservador Anze Logar, ex-ministro das Relações Exteriores, vencedor do primeiro turno realizado em 23 de outubro.

Natasa, de 54 anos, que foi advogada da ex-primeira-dama americana Melania Trump, de origem eslovena, deve contar com os votos dos eleitores de centro esquerda, cujo candidato foi derrotado nas urnas.

Se houver pouca mobilização, porém, a situação pode virar a favor de Logar, de 46 anos, afirmam analistas deste país de 2 milhões de habitantes, que foi parte da Iugoslávia e é membro da União Europeia (UE) desde 2004.

O cargo de presidente na Eslovênia é essencialmente protocolar.

O vencedor das eleições sucederá a Borut Pahor, de 58, que teve dois mandatos de cinco anos.

bk/anb/bg/ybl/meb/zm/tt