Espécie de tartaruga que se acreditava extinta há 100 anos é encontrada nas ilhas Galápagos

Uma espécie de tartaruga das ilhas Galápagos que se acreditava extinta há 100 foi encontrada com vida. A informação foi divulgada em um estudo publicado na revista Communications Biology, nesta quinta-feira.

Jovem acorda do coma e descobre que noivo já estava com outra: 'Pensei que ele era minha alma gêmea, mas pensei errado'

Exame de DNA: Filha de casal assassinado nos EUA é encontrada a salvo após quatro décadas desaparecida

OVNIs: Nasa anuncia criação de grupo que estudará Objetos Voadores Não Identificados e outros fenômenos

A última vez que uma tartaruga Chelonoidis phantasticu havia sido vista na natureza foi em 1906, quando a espécie foi identificada pelo explorador americano Rollo Beck.

— Tudo o que sabíamos acerca dessa espécie indicava que ela havia sido extinta. Então, é algo muito importante que ela tenha aparecido — disse, ao The Guardian, Stephen Gaughran, biólogo e pesquisador da Universidade de Princeton e um dos autores do estudo.

O espécime identificado pelos pesquisadores é uma fêmea, batizada de Fernanda, em homenagem a ilha do arquipélago equatoriano em que foi encontrada, Fernandina.

O animal foi identificado em 2019 e, ao longo dos últimos anos, testes de DNA foram conduzidos para confirmar se tratar da espécie.

A tartaruga Fernanda tem cerca de 50 anos, segundo os cientistas. Ela também é menor do que o esperado, o que levantou dúvidas no início quanto a se tratar realmente de um exemplar da espécie Chelonoidis phantasticu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos