Espanha anuncia acordo com Marrocos para reabrir fronteiras em Ceuta e Melilla

O ministro de Relações Exteriores do Marrocos, Nasser Bourita, e seu par da Espanha, José Manuel Albares, em Marrakesh, em 11 de maio de 2022 (AFP/FADEL SENNA) (FADEL SENNA)

A Espanha e o Marrocos alcançaram um acordo para reabrir passagens fronteiriças em Ceuta e Melilla, os enclaves espanhóis em território marroquino, fechadas por dois anos devido à pandemia e depois pela crise diplomática, anunciou nesta quarta-feira (11) o ministro espanhol das Relações Exteriores.

“Chegamos a um acordo definitivo para a reabertura das fronteiras terrestres com Ceuta e Melilla nos próximos dias”, afirmou José Manuel Albares na cidade de Marrakesh, sul do Marrocos, onde participou de uma reunião internacional sobre o Estado Islâmico.

“Os ministérios do Interior estão trabalhando para finalizar os detalhes, mas o acordo já é definitivo e a abertura dessas passagens e alfândegas ocorrerá nos próximos dias”, acrescentou Albares, que se encontrou com seu par marroquino, Naser Burita, em duas ocasiões durante sua participação no fórum.

Essas fronteiras, as únicas terrestres entre a União Europeia e a África, foram as primeiras a fechar, na primavera de 2020, para conter a pandemia de covid-19, mas se mantiveram assim mais tarde por causa da crise diplomática entre Espanha e Marrocos por suas divergências acerca do Saara Ocidental.

Nas últimas semanas, houve um degelo entre os dois países, depois que, em 18 de março, a Espanha abandonou sua histórica neutralidade a respeito de sua antiga colônia e apoiou o plano marroquino de autonomia para esse “território não autônomo”, segundo a ONU, pelo qual o Marrocos e a separatista Frente Polisário brigaram por décadas.

bur-al/mb/ic/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos