Espanha apreende cargueiro que partiu do Brasil com 4,5 toneladas de cocaína; vídeo

Um navio que partiu do Porto de Santos, em São Paulo, foi interceptado nas Ilhas Canárias transportando uma carga de 4,5 toneladas de cocaína. A embarcação havia deixado o Brasil em 20 de dezembro do ano passado e acabou detida na última quarta-feira. Os 15 tripulantes foram presos.

Quando abordados, os marujos informaram que o navio "Blume" transportava uma carga de 200 toneladas de café. Em meio a mercadoria declarada, no entanto, havia a droga escondida.

De acordo com a Guarda Civil da Espanha, também chamou a atenção o fato de o peso transportado pelo cargueiro ser bem abaixo da sua capacidade total.

"Posteriormente, em inspecção às áreas comuns do cargueiro, foi detectada a presença de um número indeterminado de fardos dos habitualmente utilizados para o tráfico de cocaína", diz a Guarda Civil.

As condições da operação naval, devido ao mar agitado, atrapalharam a apreensão. As grandes dimensões da embarcação, com 100 metros de comprimento, também dificultaram.

"Apesar disso, a ação rápida do "Fulmar" [navio de fiscalização aduaneira] e de sua tripulação impediu um possível transbordo da droga para outras embarcações, o que teria comprometido a detecção do esconderijo", afirma a Guarda Civil.

Dois tripulantes presos são de nacionalidade albanesa e outros 13 são paquistaneses. Eles foram levados pelas autoridades locais ao porto de Santa Cruz de Tenerife, nas Ilhas Canárias.