Espanha endurece regras da Covid para entrada de britânicos

·1 minuto de leitura
Chanceler espanhola, Arancha González Laya

MADRI (Reuters) - A Espanha exigirá um exame negativo de Covid-19 ou prova de vacinação de turistas britânicos chegando ao país depois de deixá-los entrar livremente durante mais de um mês, informou a ministra das Relações Exteriores, Arancha González Laya, nesta segunda-feira.

"Cidadãos britânicos precisarão de um certificado de vacinação total ou um PCR negativo (de 72 horas) para entrar na Espanha", escreveu ela no Twitter.

As novas regras serão publicadas no diário oficial na terça-feira, e entram em vigor 72 horas mais tarde, acrescentou ela em outra mensagem.

A partir de 20 de maio, a Espanha decidiu suspender a exigência de apresentação de um exame de PCR negativo dos britânicos, algo aplicado a viajantes de dentro da União Europeia.

Os comentários de González Laya vieram depois de o primeiro-ministro, Pedro Sánchez, ter dito mais cedo nesta segunda-feira que os britânicos teriam que apresentar um exame de PCR ou um certificado de vacinação somente para irem às Ilhas Baleares.

A medida foi necessária por causa de um aumento preocupante de infecções no Reino Unido, disse ele, segundo citação da TVE.

Autoridades de Maiorca, um destino turístico popular tanto entre espanhóis quanto entre estrangeiros, estão investigando um surto de coronavírus envolvendo mais de 600 estudantes.

(Por Isla Binnie)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447702)) REUTERS AC

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos