Espanha processa empresa de energia por centenas de pássaros eletrocutados

·1 minuto de leitura

Promotores de Barcelona apresentaram um requerimento contra a empresa do ramo de energia Endesa pela morte de centenas de pássaros eletrocutados em sua rede de alta tensão. A ação foi divulgada nesta quarta-feira.

Os promotores pedem que a Endessa repare os crimes causados ao meio ambiente e à fauna por não isolar adequadamente seus cabos elétricos e torres, criando "uma armadilha mortal para as aves".

Na denúncia, os promotores dizem que 255 pássaros morreram na região de Osona, ao norte de Barcelona, entre 2018 e 2020, incluindo exemplares de espécies protegidas, como as cegonhas brancas.

Uma fonte da Endesa, uma subsidiária da gigante italiana Enel, garantiu à AFP que a empresa agiu em "total conformidade com a lei".