Espanha retira obrigação de uso máscaras em público, mas muitos seguem cobrindo o rosto

·1 minuto de leitura

Por Raul Cadenas e Catherine MacDonald

MADRI (Reuters) - O governo espanhol passou a permitir a partir deste sábado que as pessoas fiquem sem máscara em locais públicos abertos pela primeira vez em mais de um ano, mas algumas pessoas parecem não ter pressa em dispensar a proteção.

"Estou surpreso porque eu esperava ver muitas pessoas sem máscara, mas a maioria está usando ainda", disse Manuel Mas, 40, cantor, no centro de Madri.

Em locais fechados públicos, as pessoas ainda precisam usar máscaras. O mesmo vale para locais abertos onde ocorre aglomeração ou em que o distanciamento social é impossível.

Andrea Sosa, 20, uma garçonete em Madri, disse que vai continuar a manter o rosto coberto porque ela ainda não foi vacinada.

"Para mim é importante manter a máscara", disse ela enquanto esperava um amigo na praça Porta do Sol, em Madri.

A taxa de infecção da Espanha nos últimos 14 dias foi de 95 casos por 100 mil habitantes, queda ante os cerca de 150 casos de um mês antes, segundo dado do Ministério da Saúde.

Metade dos 47 milhões de habitantes da Espanha receberam pelo menos uma dose de vacina, afirmou o ministério nesta semana.

(Por Graham Keeley)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos