Serena Williams perde para Rybakina e é eliminada nas oitavas em Roland Garros

·4 minuto de leitura

Serena Williams, ex-nº 1 do mundo e atualmente 8º, foi eliminada neste domingo nas oitavas de final em Roland Garros pela cazaque Elena Rybakina (22ª) por 2 sets a 0, parciais de 6-3 e 7-5, em 1 hora e 17 minutos.

Perto de seu 40º aniversário, a americana deve continuar lutando por seu 24º título de Grand Slam, o que permitiria que igualasse o recorde de todos os tempos de títulos "majors" que pertence à australiana Margaret Court.

No Aberto da Austrália em fevereiro passado, Serena foi eliminada nas semifinais. A mais jovem das irmãs Williams não chegava à segunda semana em Paris desde 2018.

Embora o saibro seja a superfície em que Serena tem o pior desempenho, as lesões e abandonos (Halep, Osaka e Barty) e as eliminações precoces (Sabalenka, Svitolina e Andreescu) de várias tenistas do top 10 deixaram o torneio feminino consideravelmente mais em aberto.

Mas, neste domingo na quadra central, a americana não resistiu aos golpes secos de Rybakina.

No primeiro set, a cazaque de 21 anos abriu rapidamente 4 a 1 com apenas 15 minutos de jogo. Serena chegou a diminuir para 4-3, mas Rybakina voltou a aumentar a vantagem.

No segundo set, a cazaque quebrou o saque de sua adversária e não perdoou quando teve o saque a seu favor fazendo 7-5 e vencendo a partida.

"Estou muito feliz, foi incrível. Claro que estava nervosa. Eu não estava sacando muito bem no jogo antes, mas estou feliz por ter conseguido controlá-los no final", reconheceu Rybakina.

Em seu primeiro Grand Slam nas quartas de final, aos 21 anos, Rybakina enfrentará agora a russa Anastasia Pavlyuchenkova (32ª).

A cazaque, de 1,84m de altura, não perdeu um único set desde o início do torneio.

Restam apenas duas tenistas do top 10 mundial no feminino: Iga Swiatek, campeã da edição de 2020, e Sofia Kenin, finalista.

Serena Williams chegou a Paris com uma única vitória no saibro nesta temporada em dois torneios (Roma e Parma).

- Badosa avança, Azarenka é eliminada -

Mais cedo a espanhola Paula Badosa (35ª do ranking mundial) alcançou suas primeiras quartas de final do Grand Slam ao derrotar a tcheca Marketa Vondrousova (21ª) em três sets.

"Estou muito feliz, não foi um jogo fácil, tinha uma jogadora muito complicada na minha frente, era um jogo muito tático e ao mesmo tempo era meu primeiro jogo em uma quadra que eu havia visto na TV muitos vezes. Com 9 ou 10 anos já tinha vindo a este torneio e sonhava em estar aqui, os meus nervos estavam à flor da pele, mas fiquei muito feliz por ter conseguido", declarou Badosa em uma coletiva de imprensa.

Badosa, 33ª cabeça de chave do torneio parisiense, derrotou a finalista de 2019 por 6-4, 3-6 e 6-2 em 1 hora e 50 minutos de jogo e enfrentará a eslovena Tamara Zidansek valendo uma vaga nas semifinais.

"Estou muito feliz. Foi um jogo muito difícil, Marketa é uma tenista fantástica", disse a espanhola antes de agradecer em francês à torcida na quadra Suzanne Lenglen pelo apoio.

Badosa, que precisou salvar um match point na terceira rodada contra a romena Ana Bogdan, marcou 30 'winners' e cometeu outros 30 erros não forçados, contra os 26 'winners' e 39 erros não forçados de sua adversária.

A tenista de 23 anos nascida em Nova York, ex-campeã juvenil no saibro parisiense, se consagra como a melhor jogadora do circuito neste ano nessa superfície.

Badosa acumula agora 17 vitórias e duas derrotas no saibro (nas semifinais de Madri e Charleston), uma sequência que a levou a vencer o torneio de Belgrado.

Seu melhor resultado no Grand Slam foram as oitavas de final na edição de Roland Garros do ano passado, quando perdeu para a alemã Laura Siegemund, enquanto nos outros três torneios de duas semanas do circuito ela nunca havia passado da segunda rodada.

Zidansek (85ª do mundo), eliminou a romena Sorana Cirstea (54ª).

A eslovena será a próxima adversária de Badosa que busca realizar o sonho de se tornar a terceira espanhola a conquistar Roland Garros depois de Arantxa Sánchez-Vicario (1989, 1994 e 1998) e Garbiñe Muguruza (2016), eliminada na primeira fase deste ano.

Também neste domingo Anastasia Pavlyuchenkova (32º) eliminou a ex-nº 1 do mundo, Victoria Azarenka (16ª) com parciais de 5-7, 6-3 e 6-2, e voltou às quartas de final em Paris pela primeira vez tempo desde 2011.

"Já é realmente incrível que eu ainda jogue tênis 10 anos depois", brincou a russa de 29 anos, sorridente, na quadra após sua vitória.

-- Resultados do 8º dia do torneio de Roland Garros:

Simples feminino (4ª fase):

Elena Rybakina (CAZ/N.21) x Serena Williams (EUA/N.7) 6-3, 7-5

Anastasia Pavlyuchenkova (RUS/N.31) x Victoria Azarenka (BLR/N.15) 5-7, 6-3, 6-2

Tamara Zidanšek (SLO) x Sorana Cirstea (ROM) 7-6 (7/4), 6-1

Paula Badosa (ESP/N.33) x Markéta Vondroušová (CZE/N.20) 6-4, 3-6, 6-2

dj/iga/mcd/es/iga/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos