Especial reúne seis grandes questões para 2021 responder no cenário nacional

O Globo
·2 minuto de leitura
Editoria de Arte

RIO - Fim de ano é o momento em que, num jornal, editorias produzem retrospectivas selecionando os fatos mais relevantes em suas áreas nos últimos doze meses. Mas é também uma oportunidade para pensar sobre o que vem a seguir. Quais serão as questões mais relevantes do Brasil no início de 2021? Esta pergunta foi o ponto de partida para o especial que O GLOBO publica hoje, na edição impressa e no site, refletindo sobre seis temas cruciais que vão mobilizar os três Poderes.Seis questões para 2021: Os desafios dos três Poderes no segundo ano de combate à Covid-19Para isso, os repórteres Marlen Couto e Renato Andrade entrevistaram sete especialistas de campos diversos. Eles ajudaram a equipe a elencar e analisar as questões que, com base no momento atual, devem ditar os rumos do noticiário no Executivo, no Judiciário e no Legislativo. Menos da metade das MPs editadas por Bolsonaro se tornam leis- O objetivo é olhar para frente, mas sem futurologia - ressalta Marlen Couto. - Não estamos fazendo previsões para 2021, mas reunindo elementos de temas já encaminhados e que devem ser centrais no começo do ano. É uma forma de organizar a cabeça para o que vem a seguir.Países de alta renda dão as cartas no acesso às vacinas, e os mais pobres ficam para trás"O fim do auxílio emergencial vai afetar a popularidade do governo?", "A vacinação vai impulsionar a economia?", "Quais serão as pautas na Câmara e no Senado sob novo comando?", "As investigações sobre Bolsonaro e seus filhos terão avanço?". Estas e outras perguntas estão reunidas no especial, acompanhadas por textos analíticos baseados nas entrevistas com professores, consultores e pesquisadores de instituições como Ibmec, Fundação Getúlio Vargas e Casa de Rui Barbosa.O poeta e a política: Carlos Drummond de Andrade em 1945- Algumas questões a gente já tinha certeza de que estariam na seleção final, outras surgiram das entrevistas. Mas todos são unânimes ao apontar a vacinação contra a Covid-19, que vai conectar todos os principais temas dos três Poderes, como a grande questão de 2021 - diz Couto.